PUBLICIDADE
Topo

Esporte


Atleta erra salto e gera lance inusitado no Mundial de Esportes Aquáticos

Erro de atleta canadense no salto ornamental - Reprodução Twitter
Erro de atleta canadense no salto ornamental Imagem: Reprodução Twitter

Do UOL, em São Paulo

13/07/2019 16h57

Neste sábado (13), um lance bastante inusitado marcou um dos dias do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2019, um dos eventos mais importantes do calendário para os atletas de modalidades como saltos ornamentais, polo aquático, natação e nado sincronizado. A edição deste ano acontece na cidade de Gwangju, na Coreia do Sul.

Na ocasião, o jovem atleta canadense Philippe Gagné estava fazendo tudo certo durante o começo de um dos seus saltos com seu parceiro de competição em uma das fases preliminares, porém um erro de cálculo fez com que o nadador batesse com boa parte do seu corpo na prancha, "estragando' a performance e causando uma cena constrangedora nas piscinas sul-coreanas.

A primeira edição do torneio em questão aconteceu em 1973, na cidade de Belgrado, na antiga Iugoslávia, sendo que, desde então, aconteceram mais 17 edições, sendo esta a terceira em que acontece em solo asiático. Vale lembrar que a próxima sede também será no mesmo continente, já que em 2021 as competições acontecerão na cidade de Fukuoka, no Japão.

O torneio deste ano reúne cerca de 4.500 atletas em mais de 190 países inscritos e é um dos eventos que é base para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.

O Brasil tem representantes em todas as modalidades, com um grupo de 60 atletas que buscam manter o excelente nível que o esporte nacional conseguiu na última edição, em 2017, na cidade de Budapeste, na Hungria.

Esporte