UOL esporte

  • http://esporte.uol.com.br/lutas/vale-tudo/ultimas-noticias/2012/03/09/tyson-griffin-do-ufc-teve-antidoping-positivo-para-maconha-escondido-diz-site.htm
  • Tyson Griffin, do UFC, teve antidoping positivo para maconha escondido, diz site
  • 01/12/2021
  • UOL Esporte - Lutas
  • UOL Esporte
  • @UOLEsporte @UOL
  • 2
Tamanho da letra
Norte-americano Tyson Griffin foi flagrado em 2010, depois de combate no UFC 123

Norte-americano Tyson Griffin foi flagrado em 2010, depois de combate no UFC 123

09/03/2012 - 12h41

Tyson Griffin, do UFC, teve antidoping positivo para maconha escondido, diz site

Do UOL, em São Paulo

O lutador Tyson Griffin, dos Estados Unidos, foi flagrado em exame antidoping pelo uso de maconha. O curioso desta história, no entanto, é que o resultado só veio a público após mais de um ano do teste, realizado depois da sua derrota para Nik Lentz no UFC 123.

Segundo o site especializado “Bloody Elbow”, tanto a comissão responsável pelos combates em Michigan quanto o UFC não tornaram público o caso, que rendeu 100 dias de suspensão do lutador de 27 anos.

O caso veio à tona após uma polêmica com a comissão atlética de Michigan, que resultou no descobrimento dos documentos que comprovam o doping para a droga considerada recreativa.

O UFC já teve um histórico de doping positivo para maconha que não foi divulgado ao público, em 2006, quando Diego Sanchez foi flagrado. Apenas após um site publicar a matéria o evento e a comissão atlética da Califórnia admitiram que ele foi pego. Diferentemente disso, outros casos como o de Chris Leben no UFC 89 vieram a público.

Na época, Griffin teve sua terceira derrota consecutiva. Arriscado de demissão, ele acabou baixando para a categoria pena - um peso novo no Ultimate, que ainda precisava de grandes nomes para se estabelecer. Depois deste combate, o norte-americano venceu Manvel Gamburyan e perdeu para Bart Palaszewski em outubro. Nesta última, não bateu o peso e foi multado em 25% do valor de sua bolsa.

Placar UOL no iPhone