PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Flamengo reforça presença no mercado chinês com ações no Fla-Flu; veja detalhes

22/10/2021 18h54


No clássico contra o Fluminense deste sábado, às 19h, pela 28ª rodada do Brasileirão, o Flamengo usará camisas personalizadas com os nomes dos jogadores escritos em mandarim e um patch com referência ao Ano do Boi. A estratégia do clube é aproveitar a transmissão ao vivo pela TV Chinesa do jogo para marcar o lançamento de uma campanha local que irá impactar os fãs chineses.

> Flamengo comemora 'recuperação consistente' no programa de sócios

- Nossa estratégia e plano inicial de atuação com todos os KPI's já está traçado até 2023 e a tendência é que, assim que a pandemia cesse, nos próximos semestres, várias ações sejam feitas em ambos os países, envolvendo mais do que somente o futebol e com o apoio de alguns dos nossos patrocinadores - contou Marcos Senna, diretor-executivo de Marketing rubro-negro.

O Flamengo, vale lembrar, iniciou a presença nas redes sociais da China logo após a conquista do Brasileirão de 2020. Este foi mais um passo importante no projeto de expansão internacional do clube.

> Veja e simule a tabela do Brasileirão

Com a ideia de implementar um planejamento de longo prazo no mercado chinês, o Flamengo, inclusive, já começa a obter resultados. Nos primeiros seis meses de atuação, os perfis rubro-negros nas redes sociais da China já contam com mais de 700 mil seguidores.

- Estamos trabalhando muito para estabelecer a presença da nossa marca e gerar novas receitas em um dos mercados mais importantes para o futuro do futebol. Nossa visão é construir uma relação com os torcedores e as empresas chinesas que nenhum outro time da América Latina possui, reforçando a importância da marca Flamengo no futebol mundial - afirmou Gustavo Oliveira, vice-presidente de Marketing e Comunicação do Flamengo.

Além disso, o Flamengo anunciou que será feita uma ação social ligada a este jogo: as camisas usadas na partida - com os nomes dos atletas escritos em chinês e um patch especial referenciando o Ano do Boi - serão leiloadas pela plataforma MatchWornShirt, com a renda sendo revertida para ações da área de Responsabilidade Social do clube.

Patch em referência ao Ano do Boi no uniforme Rubro-Negro (Foto: Divulgação/Flamengo)

VEJA A NOTA PUBLICADA PELO FLAMENGO

Logo após a conquista do Brasileirão 2020, o Flamengo deu um passo importante em seu projeto de expansão internacional, iniciando sua presença nas redes sociais da China. E com a ideia de implementar um planejamento de longo prazo no mercado chinês, o clube já começa a obter resultados: nos primeiros seis meses de atuação, os perfis rubro-negros nas redes sociais da China já contam com mais de 700 mil seguidores.

"Estamos trabalhando muito para estabelecer a presença da nossa marca e gerar novas receitas em um dos mercados mais importantes para o futuro do futebol. Nossa visão é construir uma relação com os torcedores e as empresas chinesas que nenhum outro time da América Latina possui, reforçando a importância da marca Flamengo no futebol mundial", afirmou Gustavo Oliveira, vice-presidente de Marketing e Comunicação do Flamengo.

Esse trabalho vem acontecendo em um ambiente em que o Flamengo já é uma das marcas mais fortes nas redes sociais em todo o mundo. Em qualquer indicativo de performance estudado, a marca Flamengo já figura entre os clubes líderes do ranking mundial.

Com o objetivo de estar mais próximo desse público, o Patch em referência ao Ano do Boi (Divulgação/ Flamengo)
Patch em referência ao Ano do Boi (Divulgação/ Flamengo)
Flamengo vai aproveitar a transmissão ao vivo pela TV Chinesa do jogo contra o Fluminense, neste sábado (23), para marcar o lançamento de uma campanha local que irá impactar os fãs chineses.

"Nossa estratégia e plano inicial de atuação com todos os KPI's já está traçado até 2023 e a tendência é que, assim que a pandemia cesse, nos próximos semestres, várias ações sejam feitas em ambos os países, envolvendo mais do que somente o futebol e com o apoio de alguns dos nossos patrocinadores", reforçou Marcos Senna, diretor-executivo de Marketing rubro-negro.

Além da transmissão e da campanha, será feita uma ação social ligada a este jogo: as camisas usadas na partida - com os nomes dos atletas escritos em chinês e um patch especial referenciando o Ano do Boi - serão leiloadas pela plataforma MatchWornShirt, com a renda sendo revertida para ações da área de Responsabilidade Social do clube.

Futebol