PUBLICIDADE
Topo

Futebol

A convite do PSG, Ronaldinho Gaúcho marca presença no Parque dos Príncipes para jogo com o RB Leipzig

19/10/2021 16h27


Ídolo do Paris Saint-Germain, o brasileiro Ronaldinho Gaúcho é convidado do clube francês para o duelo com o RB Leipzig, pela Champions League, nesta terça-feira. O Bruxo conversou com os canais de comunicação da equipe parisiense antes da partida e saudou o torcedor no Parque dos Príncipes.


- Dá vontade (voltar a jogar), chegando aqui, dá muita vontade. Mas não é mais possível. A idade não deixa mais. É muito bom saber que tudo que fiz foi com muito amor. Jogar futebol com alegria. E pude transmitir. E hoje colho os frutos de tudo isso que consegui transmitir. E assim foi minha história no futebol - disse R10.

+ Veja a tabela e os jogos da Champions League


Campeão mundial em 2002 com a Seleção Brasileira, Ronaldinho era atleta do PSG naquela Copa do Mundo. O meia-atacante atuou na equipe francesa entre 2001 e 2003, disputou 77 partidas e marcou 25 gols.

- É motivo de muito orgulho ser campeão mundial e ainda jogar no PSG, levar o Paris Saint-Germain para o título mais importante do futebol mundial. Me orgulha muito. Espero que outros brasileiros tenham essa mesma alegria - afirmou o ex-jogador.

+ VÍDEO: Relembre o primeiro gol de Ronaldinho Gaúcho pelo PSG

Ronaldinho Gaúcho fez sucesso pelo PSG (Foto: FRANCK FIFE / AFP)


Ronaldinho falou do carinho que tem pelo Paris Saint-Germain e também agradeceu a consideração do torcedor parisiense.

- É inexplicável. Primeiro dia que cheguei aqui já foi algo que aconteceu instantâneo. Relacionamento maravilhoso com a torcida e não acabou. Toda vez que volto a Paris, sinto essa emoção de novo. Sou muito grato por esse carinho, esse amor - finalizou.

+ Raphinha, Arthur Cabral... Veja os brasileiros que mais valorizaram na Europa desde julho de 2020

A ida de Ronaldinho Gaúcho ao Parque dos Príncipes causou desconforto no Barcelona. O brasileiro é embaixador do clube catalão, que não gostou do convite do PSG. Os clubes não possuem boa relação desde a saída de Neymar da equipe espanhola rumo a Paris, em 2017. Recentemente, Messi acertou com os franceses após deixar o time da Catalunha.

Futebol