PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Fã de Sérgio Ramos, Wagner Leonardo quer ser "construtor de jogadas" no Santos

24/07/2021 11h54


Após a saída de Luan Peres para o Olympique de Marseille, da França, o técnico Fernando Diniz solicitou o retorno do zagueiro Wagner Leonardo, que estava emprestado ao Náutico.

Em pouco mais de três meses atuando no Timbu, o Menino da Vila firmou-se como zagueiro titular, entrou em campo 16 vezes, marcou dois gols e conquistou o título do Campeonato Pernambucano. Além disso, Wagner conquistou a confiança de todos no clube.

- Foi uma passagem curta, mas marcante na minha vida e na minha carreira também. Jamais esquecerei todo o carinho da torcida do Náutico. Foi um período muito bom, tanto dentro quanto fora de campo - disse o jogador, em entrevista ao LANCE!/Diário do Peixe.

Atuações na lateral-esquerda

Na temporada 2019, o jogador chegou atuar em algumas oportunidades com o técnico Cuca de lateral-esquerdo. Bloqueado pela FIFA para contratações, o Santos contava apenas com Felipe Jonatan na posição, o que fazia Wagner Leonardo ser uma das opções na lateral.

- Sim, prefiro jogar como zagueiro pois é uma posição que me sinto melhor e mais à vontade para poder jogar. Como zagueiro, que é minha posição de origem, acredito que consigo render ainda mais e ajudar a equipe.

Habilidade com a bola nos pés

Uma característica marcante do técnico Fernando Diniz em seus trabalhos é a saída de bola. Geralmente, o treinador exige que seus goleiros e zagueiros participem dos jogos de forma ativa na construção da jogada. Wagner Leonardo, por sua vez, vê semelhança com suas características.

- Não vejo isso como sair jogando, pois cada time tem sua saída de bola, mas vejo como um time construtor de jogadas e essa construção começa pelo goleiro para poder chegar no campo de ataque e procuramos treinar isso. Gosto muito do trabalho de Diniz, porque acredito que tem um bom encaixe no meu perfil de jogo - comenta o zagueiro.

Disputa no elenco

Wagner Leonardo voltou ao Santos e se juntou aos outros defensores: Luiz Felipe, Derick, Gustavo Moreira, Danilo Boza, Robson Reis, Kaiky, Alex e João Cubas. Posição com muitas peças, mas que perdeu recentemente sua dupla titular com Lucas Veríssimo e Luan Peres.

- Em todo time existe um elenco com opções em cada posição, então é importante sempre estar treinando bem e preparado para quando for acionado poder ajudar o clube da melhor maneira possível. Estou trabalhando, dando meu máximo para estar pronto quando a oportunidade chegar - disse Wagner Palha, como é conhecido.

Referência no futebol

Como já foi dito, a posição de zagueiro hoje exige muito mais do jogador. Os defensores são cobrados, além de boa saída de bola, para cobrar faltas, pênaltis, adiantar a marcação... Como exemplo, Wagner cita um importante nome do futebol mundial que joga na posição.

- Tenho como referência o Sérgio Ramos. É um zagueiro de muita qualidade e um jogador que tem uma história maravilhosa no futebol - finaliza.

Futebol