PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Em fase artilheira, Marquinhos vibra com mais um gol marcado pelo Brasil: 'Feliz em poder ajudar'

14/06/2021 09h00


Marquinhos é uma das principais figuras da Seleção Brasileira. O defensor vêm se destacando não apenas no PSG, como também pelo Brasil. Sua inteligência para se posicionar na defesa, e seu ótimo timing nos desarmes são quase inquestionáveis. Agora, um aspecto do seu jogo vêm chamando atenção: os gols marcados.

ATUAÇÕES: Neymar comanda o Brasil em vitória diante da Venezuela

Contra a Venezuela, o zagueiro aproveitou confusão depois de escanteio e conseguiu empurrar a bola para dentro do gol, marcando o primeiro gol na vitória por 3 a 0 dos comandados de Tite na estreia da Copa América.

Esse foi o terceiro gol do zagueiro em 54 jogos pela Seleção Brasileira. Ele falou sobre a sensação de ajudar a equipe com um gol importante.

- Fico feliz em poder ajudar a Seleção. Meu principal trabalho é fazer com que a equipe não tome gols, mas se eu consigo ajudar lá na frente, principalmente em um jogo como contra a Venezuela, pois sabíamos que eles iriam defender bastante e dificultar o nosso trabalho no ataque, fico feliz. Uma bola parada pode resolver uma partida, desbloqueando um jogo difícil, como aconteceu. - disse o camisa 4.

Não é de hoje que Marquinhos se tornou uma ameaça nas bolas paradas. Na temporada 2020-2021, o brasileiro anotou oito gols em 47 partidas, sendo seis pelo PSG e dois pela Seleção. Ele fez gols importantes para a equipe parisiense.

VEJA TABELA E SIMULE OS PRÓXIMOS JOGOS DO BRASIL NA COPA AMÉRICA

Na fase de grupos da última edição da Champions League, o zagueiro aproveitou bate-rebate em escanteio e desempatou a partida para o PSG, em um momento em que o Manchester United era melhor na partida, aos 23 minutos do segundo tempo. Os franceses vencerem o duelo no Old Trafford por 3 a 1.

>> Baixe o novo app de resultados do L!

Outro momento crucial foi na semifinal do torneio europeu. De cabeça, ele abriu o placar para o PSG diante do Manchester City. Contudo, seu gol não foi suficiente, já que sua equipe perdeu por 2 a 1, e foi eliminada no jogo da volta.

Seu aproveitamento na área adversária é digno de elogios. Em 2021, ele balançou as redes mais vezes do que Roberto Firmino, muitas vezes criticado por parte da torcida brasileira. Enquanto Marquinhos soma cinco gols no ano, o atacante do Liverpool têm um a menos.

Agora, o foco do defensor é com a Amarelinha. Após o triunfo diante da Venezuela, o camisa 4 da Seleção Brasileira falou sobre a competitividade na sua posição, que conta com Éder Militão, Thiago Silva e Felipe.

- Nós sabemos que na Seleção Brasileira, nenhum jogador têm cadeira cativa. Temos que sempre buscar melhorar, fazendo um bom trabalho dentro de campo. O professor dá oportunidades, nós vimos hoje, como nos outros jogos. O objetivo é sempre ajudar a Seleção, então todo mundo tem que estar pronto para fazer seu melhor dentro de campo. - concluiu o zagueiro.

Futebol