PUBLICIDADE
Topo

Futebol

River Plate bate Athletico e avança na Libertadores

01/12/2020 21h06

Em Avellaneda, o River Plate confirmou o seu favoritismo e venceu o Athletico por 1 a 0. Com o placar, o time argentino avança na Liberta. Na próxima fase, o rival será o Del Valle ou Nacional-URU.

O jogo

Mesmo com a vantagem do empate sem gols a seu favor, o River Plate dominava a partida. Com troca de passe, o time argentino envolvia o Furacão e chegou com perigo por duas vezes. Matías Suárez e De La Cruz pararam em boas defesas de Bento.

Por outro lado, o Athletico só pressionou nos minutos finais e na base da bola área. Sem sucesso, o time de Autuori pouco deu trabalho a Franco Armani.

Na etapa final o River Plate saiu para o ataque e encurralou o Athletico. Em duas chances seguidas, Bento pegou a bomba de De La Cruz e a cabeçada de Borré.

Se o Furacão quase não atacava, o Millonario apertava a cada minuto e enfileirava chances. De La Cruz parou em milagre de Bento e pouco depois no cruzamento de Suárez, o chute de Carrascal ficou travado na defesa.

De tanto insistir, o River chegou ao seu gol. Após pênalti de Ravanelli em Borré, De La Cruz chutou firme, a bola pegou na trave, no goleiro do Furacão e voltou para o camisa 11 completar para a rede, 1 a 0.

RIVER PLATE 1 X 0 ATHLETICO

Local: Libertadores da América, Avellaneda (ARG)

Data-Hora: 01/12/2020 - 19h15

Árbitro: Jesus Valenzuela (VEN)

Auxiliares: Lubin Torrealba (VEN) e Jorge Urrego (VEN)

VAR: Cristian Garay (CHI)

Público/renda: pagantes/R$

Cartões amarelos: Casco, De La Cruz (RIV), Walter, Erick(CAP)

Cartões vermelhos: -

Gols: De La Cruz (34'/2ºT)

RIVER PLATE: Armani; Montiel, Roberto Rojas, Paulo Díaz, Pinola e Casco; Enzo Pérez, Ignácio Fernández (Carrascal, aos 22/2ºT) e De La Cruz (Ponzio, aos 42/2ºT); Matías Suárez (Julián Álvarez, aos 36/2ºT) e Rafael Borré. Técnico: Marcelo Gallardo.

ATHLETICO: Bento; Pedro Henrique, Thiago Heleno e Lucas Halter (Renato Bisolli, aos 40/2ºT); Richard (Wellington, aos 35/2ºT), Christian, Erick, Leo Citaddini e Lucho González (Ravanelli, aos 23/2ºT); Carlos Eduardo (Fabinho, aos 35/2ºT) e Walter (Renato Kayzer, aos 23/2ºT). Técnico: Paulo Autuori.

Futebol