PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Corinthians vai à Justiça para não pagar meia-entrada e pede devolução

29/09/2020 11h56

O Corinthians recorreu à Justiça para pedir o fim da obrigatoriedade da venda de meia-entrada nos jogos como mandante. O benefício é concedido a idosos, deficientes, estudantes e jovens de 15 a 29 anos, conforme a lei federal de número 12.933/13. A informação inicial é do site Globo Esporte.com.

O clube entrou com uma ação na 14ª Vara Cível Federal de São Paulo e ainda pede ao Governo o ressarcimento dos valores que deixou de arrecadar nos últimos cinco anos, devido às vendas das meias-entradas, alegando que o acesso ao esporte e ao lazer é obrigação do Estado e que o Poder Público não oferece nenhum estímulo ou incentivo aos clubes.

A Justiça determinou que o Corinthians calculasse esse valor, mas a quantia ainda não foi apresentada. Dessa forma, o Time do Parque São Jorge segue as medidas tomadas por Flamengo e São Paulo, recentemente. Assim como os rivais, o Timão alega que a venda de ingressos com 50% de desconto prejudica a manutenção e o desenvolvimento econômico da instituição

.

A assessoria corintiana afirmou que o clube não é contrário à execução do benefício e que não vai parar de exercê-lo, desde que seja ressarcido.

Futebol