PUBLICIDADE
Topo

Santos tem baixo aproveitamento em cruzamentos na temporada; entenda

25/05/2020 06h00

O técnico Jesualdo Ferreira precisará trabalhar as jogadas de cruzamento com o elenco do Santos na retomada do futebol, após o fim da pandemia do novo coronavírus. Isso, porque o Peixe, até o início da quarentena, apresentou apenas 19% de efetividade no quesito.

No total, foram 246 bolas alçadas à área adversária nas 12 partidas disputadas (uma média de 20,5 por jogo) e 48 acertos (média de quatro por confronto), de acordo com apontamentos do "SofaScore".

Aproveitamento dos laterais

De todos os cruzamentos do Peixe em 2020, 28% saíram dos pés dos laterais. Em dez dos 12 jogos, a dupla foi formada por Pará e Felipe Jonatan, cada um deles foi titular 11 vezes - o lateral-esquerdo registra 12 jogos, mas entrou apenas nos minutos finais da vitória santista por 2 a 1 contra o Defensa y Justicia, na Argentina, pela primeira rodada da Fase de Grupos da Libertadores, no dia 3 de março.

Em relação a assertividade, os laterais representam 31% de aproveitamento nos cruzamentos, foram 15 de 48 do clube na temporada. Pará acertou quatro em 25 tentativas, registrando um índice de 16% de acerto. Já Felipe Jonatan teve êxito de 22% ao concluir de forma positiva nove das 40 tentativas.

Madson atuou em uma partida, contra o Mirassol, pela décima rodada do Campeonato Paulista. Na ocasião, efetuou cinco cruzamentos e acertou dois, tendo aproveitamento positivo de 40%.

No último jogo que o Santos disputou antes da pausa no futebol brasileiro, a derrota por 2 a 1 contra o São Paulo, no Morumbi, pela 11ª rodada do Paulistão, no dia 14 de março, a equipe cruzou apenas quatro bolas na área com nenhum acerto.

Futebol