PUBLICIDADE
Topo

Futebol


Bahia admite contato do Palmeiras e espera definir futuro de Cerri nesta 2ª

08/12/2019 20h14

O Bahia já foi comunicado pelo Palmeiras do interesse em contratar o diretor de futebol Diego Cerri. A equipe tricolor agora aguarda o desfecho da negociação, que deve se encerrar nesta segunda-feira. Cerri é o favorito a substituir Alexandre Mattos, demitido na semana passada após cinco anos de trabalho no Verdão.

- O que posso falar, do contato que tive do (Maurício) Galiotte (presidente do Palmeiras), é um amigo, o Palmeiras foi extremamente correto na abordagem, um clube que cumpriu o dever ético de quando convidar um profissional de outro clube, ligar de presidente a presidente - afirmou Guilherme Bellintani, presidente do Bahia, ao Esporte Interativo.

- Esta é uma decisão que cabe ao próprio Palmeiras e ao próprio Diego Cerri. Um profissional que chegou em 2016 no Bahia, reestruturou o time para subir. Em 2017 ficamos em 12º, em 2018, 11º e em 2019 repetimos. Para um clube que vem se reestruturando são resultados importantes, com necessidade de melhoria, de reavaliação o modelo de contratação, a quantidade de contratação. Sabemos tudo isso. A gente deseja que ele continue, mas a decisão é dele e do próprio Palmeiras - acrescentou.

Depois de analisar o mercado, o Palmeiras ficou entre Diego Cerri ou Rodrigo Caetano. O último já anunciou que cumprirá seu contrato com o Internacional, até o fim de 2020, enquanto Cerri teve, inclusive, um encontro presencial com a cúpula alviverde.

Aos 44 anos de idade, Cerri teve passagens como dirigente por Ceará, Red Bull, Grêmio Prudente e Grêmio Barueri antes de chegar ao Bahia. O início de sua carreira foi como auxilar e depois técnico, mas já são 12 anos trabalhando como executivo.

Diferentemente do que acontecia sob a gestão de Alexandre Mattos, a ideia é de que o comando do futebol seja descentralizado, inclusive com a criação de um comitê gestor, que trabalhará acompanhado de perto os passos dados na Academia de Futebol.

Devem fazer parte deste comitê os vice-presidentes Paulo Roberto Buosi, Alexandre Zanotta e José Eduardo Caliari, além do diretor financeiro Davi Gueldini. Cícero Souza, gerente contratado em 2014 em vaga que Cerri chegou a disputar, permanece no clube.

Futebol