Topo

Futebol


Holanda sofre, mas segura empate contra Irlanda do Norte e avança à fase final da Eurocopa

16/11/2019 18h50

A Holanda está de volta! Pelo menos à fase final da Eurocopa. Depois de ficar de fora da edição de 2016 e da Copa do Mundo de 2018, a Laranja Mecânica, renovada e comandada por Ronald Koeman, garantiu vaga na competição após empatar com a Irlanda do Norte por 0 a 0 no Windsor Park, em Belfast, capital norte-irlandesa.

Com o resultado, a Holanda caiu para a segunda colocação do grupo C com 16 pontos. O empate beneficiou a Alemanha, que dependia de tropeço da Irlanda para garantir a vaga direta com uma rodada de antecedência. Os germânicos venceram em casa Belarus por 4 a 0 e lideram com 18. A Irlanda, em terceiro, com 13, vai tentar uma vaga na repescagem.

INÍCIO A MIL E PRESSÃO DOS DONOS DA CASA

Até pela necessidade da vitória, foi a Irlanda quem tomou as rédeas do jogo. Logo com quatro minutos, De Jong recuou uma bola despretensiosa para Cillessen. O goleiro perdeu o controle da bola e quase entregou nos pés de Magenni. Dois minutos depois, o atacante antecipou-se a De Ligt depois de cruzamento da esquerda e cabeceou rente à trave direita do arqueiro holandês. A Holanda retribuiu o perigo com um chutaço de Berghuis no travessão, aos 9 minutos.

IRLANDA DESPERDIÇA PÊNALTI

A maior chance de abrir o placar foi da Irlanda do Norte. Aos 29, o lateral-direito Veltman encostou a mão na bola dentro da área. Pênalti (sem consulta ao VAR, que não tem nas Eliminatórias). Porém, Davis cobrou mal e mandou a bola na arquibancada para decepção dos torcedores presentes no Windsor Park. No fim do primeiro tempo, o técnico Ronald Koeman foi obrigado a fazer uma mudança precoce na Holanda: De Roon sentiu dores e Pröpper entrou.

SEGUNDO TEMPO MORNO

O pênalti perdido e o bom primeiro tempo sem gols desanimaram a Irlanda, que voltou para a etapa final com outro ímpeto. A Holanda, com De Jong organizando todas as jogadas, passou a ter mais calma na troca de passes e segurou o adversário controlando a posse de bola. Koeman fez outra mudança cedo, logo com 9 minutos, e colocou Luuk De Jong no ataque, na vaga de Berghuis. Na Irlanda, Smith entrou no lugar de Saville.

Futebol