Topo

Esporte


Barretos vai à Federação Paulista pleitear vaga do Red Bull na A-2

21/10/2019 18h29

O Campeonato Paulista nem começou, mas já está envolto em muitas polêmicas no estado de São Paulo. Red Bull e Bragantino passaram a ser administrados pela mesma empresa. O Braga permaneceu na primeira divisão, enquanto o Red Bull foi rebaixado para à Série A-2. É justamente este rebaixamento que causa a polêmica da vez.

O Barretos, terceiro colocado da Série A3, preparou um documento jurídico para pleitear a vaga do clube campineiro. Segundo Luisão Cortillazzi, executivo de futebol do Barretos, o regulamento da própria Federação diz que a vaga do clube na segunda divisão tem que ser garantida.

"Clamamos que as regras da entidade sejam cumpridas em sua totalidade. Está bem claro no regulamento que dois ou mais clubes de um mesmo grupo econômico não podem disputar a mesma divisão. A FPF entendeu que Bragantino e Red Bull Brasil têm a mesma administração e colocou o RBB na Série A2, quando o correto seria abrir uma vaga no módulo. Não podemos deixar que os 'anos da canetada' voltem ao nosso futebol. O Barretos Esporte Clube confia muito na gestão do presidente Reinaldo Carneiro Bastos e estamos confiantes de que as regras serão cumpridas em benefício do futebol. Aguardamos o convite para a nossa diretoria participar do Conselho Arbitral da Série A2 sem precisar que usemos nossa liminar", disse Luisão Cortillazzi, executivo de futebol do Barretos.

Vale lembrar que, na última semana, a FPF convocou os clubes para reunião do Conselho Técnico com Red Bull Brasil na Série A2 e Barretos na Série A3. O encontro tem como finalidade definir regras e tabela da temporada.

Conforme previstos nos regulamentos do Paulista, caso um clube classificado não participe da competição, a vaga será do terceiro time mais bem colocado.

"Em caso de não participação de algum Clube classificado para o Campeonato Paulista de Futebol Profissional - Primeira Divisão - Série A1 de 2020, terá também acesso o Clube que obtiver a 3ª melhor campanha no Campeonato Paulista de Futebol Profissional - Primeira Divisão - Série A2 de 2019, dentre os que disputaram a fase semifinal", diz o regulamento

Desta forma, abre-se uma vaga em cada módulo da primeira divisão do Campeonato Paulista (Séries A1, A2 e A3). Assim, a vaga da elite seria preenchida pelo Água Santa (terceiro colocado na A2 de 2019) e a vaga na A2 seria do Barretos (terceiro colocado na A3 de 2019). De acordo com o regulamento, o Red Bull Brasil deveria voltar para a Segunda Divisão, a chamada Bezinha, ou se licenciar, como já aconteceu com Comercial e Votorary.

Quando recebeu sua convocação, a diretoria do Barretos moveu sua equipe jurídica de São Paulo e Rio de Janeiro para impetrar uma ação no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e notificar a Confederação Brasileira de Futebol (CBF).

- É um crime contra o regulamento interno de competições, o Estatuto do Torcedor e Lei Pelé. Essas regras possuem as assinaturas de todos os clubes participantes das competições desse ano e também do presidente Reinaldo. Elas (regras) precisam ser cumpridas. Tenho certeza que com a transmissão ao vivo do Arbitral a entidade não colocará os dirigentes dos clubes em constrangimento para votarem mudanças de RGC (Regulamento Geral de Competições) usado e votado em 2019.

Caso a FPF acate a solicitação do Barretos, uma vaga será aberta também na Série A3, permitindo que o terceiro colocado do Campeonato Paulista da Segunda Divisão conquiste o acesso. Desta forma, Luisão Costillazzi pede união dos clubes.

- Hoje é o Barretos nesta situação, mas lutamos também por todos os filiados para que não seja aberto um precedente imoral e outras agremiações sofram com tamanha arbitrariedade. Queremos apenas que as normas aprovadas por todos seja cumprida - completou o dirigente.

O Conselho Técnico que definirá o formato de disputa, datas e outros pontos do Campeonato Paulista da Primeira Divisão será do módulo Séries A1 na segunda-feira (21/10), e dos módulos das séries A2 e A3 acontecerá na próxima quarta-feira (23/10) na sede da FPF.

Esporte