Topo

Esporte


'Alemães' da Suécia se empolgam com chance de Alemanha fracassar

21/06/2018 15h23

Logo após treinar com portões fechados nesta quinta-feira, em Gelendzhik, a Suécia selecionou dois jogadores que atuam no futebol alemão para servir à imprensa presente no local. O lateral-esquerdo Ludwig Augustinsson, do Werder Bremen, e o meio-campista Albin Ekdal, do Hamburgo, projetaram o desafio diante de uma pressionada Alemanha, neste sábado, às 15h, em Sochi.

Uma derrota dos atuais campeões, que já sofreram um revés na estreia (contra o México), pode significar o adeus à Copa. E a dupla da Suécia, vencedora na rodada inaugural (diante da Coreia do Sul), está ciente da responsabilidade de explorar a enorme cobrança em cima do lado rival.

- Pensamos nisso (na pressão do outro lado). É uma sensação legal de ter antes e possivelmente ainda mais difícil de ter depois. Seria surpreendente, seria o fracasso deste ano para a Alemanha. Seria mesmo incrível - disse Ekdal.

- Temos de fazer um jogo perfeito contra a Alemanha para ter sucesso - admitiu o atleta do Hamburgo, parceiro dos brasileiros Douglas Santos e Walace.

Augustinsson também deu o seu pitaco sobre o que espera do confronto e da possibilidade de entrar na história das Copas - para a Alemanha ser eliminada, teria que perder para os suecos e ver o México bater a Coreia do Sul.

- A Alemanha eliminada pode ser algo extraordinário. Basicamente, eles já tinham nove pontos antes do início da Copa do Mundo. Foi assim que foi circulado lá por Bremen. Seria ótimo chegar a este feito.

- Nós vemos uma grande oportunidade de estarmos em destaque no mundo. Mas, certamente, a Alemanha virá muito melhor do que jogaram contra o México. Também acho que vão mudar muitas coisas, então será um jogo mais difícil e precisamos de muita atenção - completou Augustinsson.

O duelo entre Suécia e Alemanha será realizado às 15h (de Brasília), pela segunda rodada do Grupo F. Uma vitória classifica os suecos às oitavas de final.

Mais Esporte