PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Jogador italiano é suspenso após ser acusado de urinar em direção à torcida

19/10/2017 14h47

A quarta divisão do futebol italiano ganhou projeção internacional nesta semana com um fato insólito. No último domingo, em partida entre Turris Calcio e Sarnese, um jogador do Turris teria urinado na direção da torcida e foi expulso pelo árbitro da partida.

O meia Giovanni Liberti estava se aquecendo perto do banco de reservas e, segundo o quarto árbitro, abaixou o calção e urinou na direção da torcida do Sarnese. A abitragem afirmou que o meia também fez gestos obscenos com o órgão genital. Liberti foi prontamente expulso e suspenso por cinco partidas.

O presidente do Turris Calcio rebateu as acusações da arbitragem e irá recorrer da decisão. Segundo Antonio Colantonio, seu jogador estava apenas bebendo água e ajeitando seu uniforme.

"Infelizmente, mais uma vez, nós somos acometidos pela injustiça. Nosso jogador Liberti absolutamente não fez o que está sendo alegado. O jogador, pronto para entrar em campo, estava bebendo e ajeitando o calção. O detalhe mais sério é que a punição se baseia somente no testemunho do assistente posicionado do outro lado do campo. O clube visitante nos confirmou que nosso jogador não fez nada do tipo. Estou contrariado com relação à essa decisão, e vamos recorrer.

Esporte