PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Carille admite surpresa negativa e diz: 'Não era para ter deixado passar'

26/08/2017 21h52

Pela segunda vez consecutiva no segundo turno do Brasileirão o Corinthians foi derrotado dentro de casa por um time que está na zona de rebaixamento da competição. O resultado negativo contra o Atlético-GO não surpreendeu apenas os torcedores e admiradores do esporte, mas também os membros da comissão técnica corintiana.

Em sua entrevista coletiva após o duelo, o técnico Fábio Carille se disse surpreso quanto ao placar deste sábado, no entanto ele amenizou o revés, uma vez que seria algo natural nesse campeonato.

- Duas partidas em casa que não poderíamos ter deixado passar assim, mas isso é o Campeonato Brasileiro. Está sendo a primeira surpresa negativa para nós, mas esse é o campeonato - declarou.

Mesmo que tenha contemporizado alguns fatores dessa derrota por 1 a 0 para o Atlético-GO, Carille não gostou de o time ter deixado passar a chance de abrir mais vantagem na tabela, ele também alertou para uma possível falta de concentração.

- Não vamos atingir o que fizemos no primeiro turno, sou muito ciente disso, sei que o campeonato é difícil. Temos de trabalhar em cima dessa vantagem, mas são oportunidades que não podemos deixar passar dentro de casa. Não fez contra o Vitória? Tinha que fazer contra o Atlético-GO. Tínhamos de estar mais concentrados para não deixar passar essa oportunidade - analisou o treinador.

Ao enfrentar uma equipe que está na lanterna da competição, esperava-se um resultado até elástico dos donos da casa, se dependesse das tentativas de finalização, e não fosse o goleiro adversário, o Corinthians teria saído da Arena com uma goleada.

Fábio Carille fez mudanças na equipe procurando mexer no placar, no entanto não teve sucesso. Para ele, definitivamente, seu time não teve uma noite feliz nas conclusões.

- O futebol se resume em gols. Criamos oportunidades, e se você faz o gol, o jogo muda. Depois levamos o gol no começo, tentamos as mudanças, mas não fomos felizes nas conclusões. Criamos, mas não conseguimos concluir. Falar dessa diferença de ser primeiro e último, você entra com expectativa grande. Só que tudo se resume em gols, e não fizemos nas chances que criamos - explicou.

O Corinthians terá mais um longo período sem jogos. A próxima partida pelo Campeonato Brasileiro será apenas no dia 10 de setembro, contra o Santos, na Vila Belmiro. De acordo com Carille, essa pausa será providencial, principalmente para recuperar alguns atletas.

- Essa parada vai ser boa para nós e para todo mundo, para todos os times vai ser boa essa parada. Vou ter o Jadson e Pablo em melhores condições, posso esperar Balbuena e Arana, vai ser bom. Não me preocupo com quebra de ritmo - finalizou.

Esporte