PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Sterling quer espaço no Manchester City e Guardiola pede transparência

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

16/10/2021 07h00

Raheem Sterling admitiu esta semana que está aberto a novos planos e caminhos para a sua trajetória no futebol. O jogador de 26 anos tem lutado para conquistar um lugar na equipe titular do Manchester City e Guardiola disse que, "infelizmente", não pode manter todos os jogadores em campo nos 90 minutos. 

"Raheem quer mais tempo de jogo, como Mahrez e João Cancelo. Quando eles não jogam, eles reclamam, mas não posso garantir quantos minutos cada jogador vai atuar. Eles precisam falar na grama, no campo. Esse é o melhor momento", disse Pep.

O jogador declarou que quer propor desafios à sua vida e que adoraria jogar em algum time fora da Inglaterra. "Como jogador inglês, tudo o que eu sei até hoje vi na Premier League, mas sempre tive alguma coisa com o futebol do exterior. Queria ver como eu enfrentaria esse desafio", disse Sterling. 

"Desde criança o futebol tem sido a coisa mais importante da minha vida. A coisa mais feliz, devo dizer. Se quero minha felicidade em um determinado nível, preciso jogar futebol. Preciso marcar gols e me divertir", completou. 

O City enfrenta o Burnley neste sábado, pelo Campeonato Inglês. Após a confirmação da lesão de Ferran Torres, Guardiola afirmou que o atacante pode ficar afastado por três meses.

O treinador também disse que a dupla brasileira Ederson e Gabriel Jesus vai perder o jogo do Inglês e não tem certeza se voltarão ao time na partida da próxima terça-feira, contra o Brugge, pela Liga dos Campeões.

Futebol