PUBLICIDADE
Topo

Eliminatórias Sul-Americanas

Equador reage, vence Bolívia e assume a vice-liderança das Eliminatórias

Equador comemora gol na vitória por 3 a 2 contra a Bolívia, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 - Getty Images
Equador comemora gol na vitória por 3 a 2 contra a Bolívia, pelas Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2022 Imagem: Getty Images

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

12/11/2020 18h02

Classificação e Jogos

O Equador visitou a Bolívia hoje, em La Paz, e venceu por 3 a 2, pela abertura da terceira rodada das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo.

Os visitantes saíram atrás do placar com gol de Arce, viraram com Beder Caicedo e Mena Delgado, levaram o empate do veterano Marcelo Moreno, mas marcaram com Gruezo nos minutos finais para garantir a vitória.

Com o resultado, o Equador chegou a seis pontos em três jogos e tomou momentaneamente a vice-liderança da tabela, ficando na frente da Argentina por número de gols marcados. Os argentinos enfrentam o Paraguai nesta quinta-feira e retomam a posição com empate ou vitória. Já a Bolívia segue sem pontuar, com três derrotas.

O jogo

Os donos da casa saíram na frente na primeira etapa com gol de Arce, aos 36 minutos. Flores recebeu na linha de fundo e cruzou rasteiro para trás, o meia dominou, cortou a marcação e bateu com estilo para fazer.

Atrás do placar no intervalo, o Equador reagiu rápido e virou a partida com dez minutos do segundo tempo. Ainda no primeiro minuto, Moisés Caicedo fez passe para a ultrapassagem do lateral Beder Caicedo, que bateu de primeira dentro da área para marcar.

Aos nove, Moisés Caicedo deu outra assistência, agora para Mena Delgado. O meia recebeu na ponta esquerda da área, cortou o marcador com tapa para dentro e colocou no canto do goleiro.

A resposta boliviana veio com o experiente Marcelo Moreno, do Cruzeiro, aos 24 minutos. Arce cobrou escanteio pela direita e encontrou o camisa 9 no meio da área, que testou firme para deixar tudo igual.

Já aos 42 minutos do segundo, o árbitro brasileiro Wilton Pereira Sampaio consultou o VAR e marcou pênalti para os visitantes, por toque na mão de Jusino. Gruezo foi para a cobrança e definiu a vitória.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.