PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Artilheiro da Sul-Americana em 2018, Pablo vive momento de baixa no São Paulo

redacao@gazetaesportiva.com (Redação)

27/10/2020 06h00

Nesta quarta-feira, o São Paulo fará sua estreia na Sul-Americana após ser eliminado precocemente da Libertadores. Às 19h15, o time visita o Lanús, na Argentina, dias depois de ter avançado na Copa do Brasil. Pablo, que vive momento negativo no Tricolor, reencontrará o torneio no qual se destacou em 2018.

O Athletico Paranaense sagrou-se campeão da Sul-Americana há dois anos e teve em Pablo a principal força ofensiva da equipe. O atacante disputou 12 partidas pela competição daquela temporada e marcou cinco gols, sendo o artilheiro da edição do torneio.

Somando todas as competições disputadas pelo Furacão em 2018, Pablo disputou 51 partidas oficiais e balançou as redes 18 vezes. O bom desempenho na campanha surpreendente do time comandado por Tiago Nunes fez com que diversos clubes pelo país tivessem o interesse na contratação do jogador.

O São Paulo tomou a dianteira nas negociações e fechou a contratação de Pablo em 6 milhões de euros (R$ 26,5 milhões, na cotação à época). Assim, o atacante se tornou o reforço mais caro da história do clube do Morumbi.

Desde que chegou ao Tricolor, Pablo ainda não conseguiu ser regular dentro de campo. Além de sofrer com algumas lesões sérias, os bons momentos do jogador não duraram muito tempo. Nesta temporada, o jogador é o vice-artilheiro da equipe, com nove gols, porém não está em boa fase técnica e foi para o banco de reservas de maneira definitiva.

Se por um lado o momento de Pablo é de baixa, Brenner e Luciano crescem cada vez mais e assumiram a titularidade com gols decisivos e movimentações complementares no setor ofensivo.

** Este texto não reflete, necessariamente, a opinião do UOL.

Futebol