PUBLICIDADE
Topo

Copa Sul-Americana - 2022

Inter sofre diante do Guaireña e empata com gol contra; Medina pode cair

Mauricio, do Inter, lamenta chance perdida no duelo contra o Guaireña - Pedro H. Tesch/AGIF
Mauricio, do Inter, lamenta chance perdida no duelo contra o Guaireña Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

14/04/2022 23h23

Classificação e Jogos

O Internacional sofreu mais do que esperava contra o Guaireña. Hoje (14), o time gaúcho saiu perdendo e só empatou com o time do Paraguai graças a um gol contra de Paniagua. O 1 a 1, pela segunda rodada do Grupo E da Sul-Americana, gerou protestos da torcida e pode ocasionar a demissão do técnico Alexander Medina. Otazú fez o gol do Guaireña.

Este é segundo jogo sem vitória do Colorado na competição continental. O técnico já era cobrado pelo início com derrota no Brasileiro combinado com as eliminações precoces no Gauchão e na Copa do Brasil.

O Independiente Medellín (COL) lidera a chave com 4 pontos. O Guaireña é o segundo colocado com dois. O Inter também tem dois, mas está em terceiro pelo número de gols marcados. O 9 de Octubre (EQU) é lanterna com um ponto, apenas.

O próximo jogo do Inter é no domingo (17), diante do Fortaleza, pelo Campeonato Brasileiro. O duelo vai marcar a despedida de D'Alessandro. O Guaireña também joga no mesmo dia, contra o Sportivo Ameliano, pelo Campeonato Paraguaio.

Foi bem: Espínola faz boas defesas

Sempre que foi necessário, Espínola fez boas defesas. Seja saindo do gol ou fechando ângulo de chegadas do Inter, o goleiro teve bom desempenho. No gol sofrido, foi traído por um desvio.

Foi mal: Bustos dá espaço

O gol do Guaireña, no primeiro tempo, ocorreu às costas de Fabricio Bustos. O argentino não conseguiu sucesso numa jogada ofensiva, demorou para recompor a defesa e no deu lado Otazú apareceu para marcar.

Edenilson sai chorando

Aos 34 minutos do primeiro tempo, Edenilson lesionou o joelho esquerdo. Depois de tentar uma jogada, o pé dele fica preso ao gramado e o movimento natural do corpo seguiu. Aparentando muitas dores e chorando bastante, o meio-campista saiu para a entrada de Caio Vidal.

De Pena como lateral esquerdo

Alexander Medina escalou praticamente o mesmo time da estreia no Brasileirão, mas isso não quer dizer que não tenha movido suas peças. Dessa vez, Liziero jogou no meio-campo e Carlos de Pena começou como lateral esquerdo. O uruguaio até foi bem e conseguiu bons cruzamentos. Defensivamente, passou trabalho e levou cartão amarelo ainda na etapa inicial. Já Liziero pelo meio acertou a maioria dos passes, mas foi vaiado pelo excesso de toques para trás.

O jogo do Inter: os mesmos erros

O Inter cometeu os mesmos erros que lhe acompanham em toda temporada 2022. Foi um time que teve muita posse de bola, mas demorou para encontrar os caminhos do ataque. No primeiro tempo, houve picos de 80% de posse do Colorado, mas o excesso de toques para o lado e para trás ocasionaram vaias no Beira-Rio. Sem conseguir penetrar na defesa do adversário, restaram cruzamentos e lances esporádicos de conclusão. E na zaga, falhou de novo, tanto que sofreu gol ainda na etapa inicial, e só foi empatar levando sorte em um gol contra.

O jogo do Guaireña: defesa muito fechada e contra-ataque

O Guaireña tinha um objetivo fixo: não perder. Sem nenhuma vergonha de colocar todos os jogadores no campo defensivo, o time paraguaio, que pela primeira vez jogava fora de seu país, apostava alto em ligações diretas para o rápido Otazú, quando recuperava a bola.

E foi exatamente assim que abriu o placar, nos minutos finais do primeiro tempo. Em todo o jogo, a principal atribuição dos visitantes foi proteger a meta de Espínola, que também teve boa atuação.

FICHA TÉCNICA:

INTERNACIONAL 1 x 1 GUAIREÑA-PAR
Data
: 14/04/2022 (quinta-feira)
Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)
Árbitro: Gerry Vargas (BOL)
Auxiliares: Jose Antelo e Edward Saavedra (ambos bolivianos)
Cartões amarelos: Salinas, Otazú, Godoy (GUA); De Pena, Alemão (INT);
Gols: Otazú, do Guaireña, aos 40 minutos do primeiro tempo; Paniagua, do Guaireña-PAR, contra, aos 31 minutos do segundo tempo;

INTER: Daniel; Bustos, Bruno Méndez (Moledo), Gabriel Mercado e Liziero; Gabriel (D'Alessandro), Edenilson (Caio Vidal), Mauricio (Alemão), Taison e De Pena; Wesley Moraes. Técnico: Alexander Medina

GUAIREÑA: Espínola; Aquilino Giménez, Paniagua, Santacruz (Toledo) e Joel Giménez; Aguillar, Mendoza e Ayala (Godoy); Salinas (Cáceres), Villagra (Duarte) e Otazú (Acosta). Técnico: Troadio Duarte