PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2022

FPF acata determinação do governo, e Paulistão começa com só 70% de público

Troféu do Campeonato Paulista (Paulistão) de 2022 - Divulgação/Renato Pizzutto/Paulistão
Troféu do Campeonato Paulista (Paulistão) de 2022 Imagem: Divulgação/Renato Pizzutto/Paulistão

Do UOL, em São Paulo

12/01/2022 20h07Atualizada em 12/01/2022 23h23

Classificação e Jogos

A FPF (Federação Paulista de Futebol) anunciou hoje (12) que cumprirá a determinação do governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Em entrevista coletiva mais cedo, ele anunciou que os jogos do Campeonato Paulista deveriam acontecer com apenas 70% da capacidade dos estádios.

O governador afirmou que a medida passará a valer no dia 23 de janeiro, se antecipando à abertura do Paulistão. "A Copinha, embora tenha boa repercussão, tem um público diminuto, então não há necessidade", explicou, sobre a razão de não fazer a medida valer para o torneio de base.

Na nota oficial, a FPF indicou que não proibirá a entrada nos estádios de pessoas que não se vacinaram, contanto que apresentem um teste negativo de covid-19. A determinação colide com o recente decreto do prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB).

Na última sexta-feira (7), ele ampliou o decreto municipal para o passaporte da vacina. A partir de agora, todos os eventos na cidade precisarão exigir ao menos duas doses do imunizante contra a covid-19. Anteriormente, a medida valia apenas para eventos com mais de 500 pessoas.

Diante da explosão de casos de covid-19 com a variante ômicron, os clubes e a FPF irão debater amanhã (13) um novo protocolo para a disputa do Campeonato Paulista. A reunião, que já estava previamente agendada, ganhou nova importância após o governador.

O encontro virtual era tratado como algo de rotina, mas já tinha o protocolo para a edição 2022 do estadual em pauta. No entanto, com o aumento de casos, vê-se a necessidade de rediscutir a cartilha.

O debate deve ser pautado pelo Comitê Médico e de Controle de Dopagem, que tem Moisés Cohen como presidente. Ainda que mudanças sejam aprovadas logo de cara, o documento não será final, já que o órgão segue atento a mudanças no cenário da covid-19 no Brasil e pode alterar o protocolo diante dos ocorridos.

Uma mudança nos protocolos atualmente válidos para a Copinha também estará em discussão. O Comitê Médico discutirá primeiro internamente e, só depois, apresentará a proposta aos médicos dos clubes.

Confira a nota oficial da Federação Paulista de Futebol:

A Federação Paulista de Futebol foi informada nesta quarta-feira sobre a determinação do Comitê Científico do Governo do Estado de São Paulo, referente à limitação do público em 70% nos estádios paulistas a partir de 23 de janeiro, data de abertura do Campeonato Paulista.

Desde o início da pandemia de Covid-19, a FPF e os clubes paulistas têm seguido todas as diretrizes técnicas e científicas no combate à doença e, desta maneira, a determinação do Governo de São Paulo será cumprida.

A FPF e os clubes reforçam a todos torcedores a obrigatoriedade do ciclo de vacinação completo ou de teste negativo de Covid-19 para o ingresso aos estádios, além da necessidade do uso de máscaras.

O Futebol Paulista segue unido, comprometido no combate à Covid-19 e orientado pela ciência.