PUBLICIDADE
Topo

Internacional

Por que o Inter decidiu permanecer com o lateral esquerdo Moisés

Moisés comemora assistência para gol de Yuri Alberto contra o Fluminense - Ricardo Duarte/Inter
Moisés comemora assistência para gol de Yuri Alberto contra o Fluminense Imagem: Ricardo Duarte/Inter

Marinho Saldanha

Do UOL, em Porto Alegre

30/12/2021 13h59

O Internacional decidiu permanecer com o lateral esquerdo Moisés. Ontem (29), o clube encaminhou a renovação do vínculo dele, que passa a ser atleta do Colorado e não mais emprestado pelo Bahia. A decisão se baseia num modelo de negócio considerado interessante, no aval do técnico Alexander Medina e nos números do jogador na última temporada.

Com 26 anos, ele deu cinco assistências em 43 jogos em 2021. Ao todo são 84 jogos pelo Colorado, com um gol e 12 assistências.

Bom negócio, dívida abatida

O modelo de negócio que resultou na permanência de Moisés em Porto Alegre foi considerado satisfatório. O Colorado não precisou investir dinheiro, mas utilizou uma dívida antiga do Bahia como pagamento. O clube nordestino devia valores referentes às negociações de Zeca e de Danilo Fernandes.

Desta forma, os R$ 3 milhões estabelecidos como preço para compra de 15% dos direitos do atleta acabaram diluídos num pagamento considerado difícil de ser recebido nos bastidores do clube.

Números positivos

Segundo estatísticas do Inter que o UOL Esporte teve acesso, Moisés esteve em destaque entre os jogadores da posição na proporção entre número de desarmes em relação aos lances em que foi driblado. Além disso, teve bons dados na pressão ao adversário e na participação em jogadas perigosas.

Segundo dados do setor de scout do clube, Moisés tem gráfico de ações mais completo do que as opções disponíveis no mercado.

Além de possuir boas marcas de pressão e desarme, ele foi um dos responsáveis pela bola parada ofensiva e com participação efetiva em jogadas que terminaram em conclusões.

Ciência de dados

A permanência dele foi embasada em uma das premissas da atual direção do clube: uso da ciência de dados. Neste quesito, não são contemplados apenas números absolutos, mas a qualidade dos mesmos. Moisés acabou o Brasileiro em primeiro entre os laterais esquerdos no chamado "agressive actions", que soma desarme e pressão ao adversário. Além de estar acima da média em retomadas, interceptações e passes.

Aval de Medina

O aval do técnico Alexander Medina também pesou para permanência do jogador. O treinador uruguaio que assume o Colorado observou estatísticas e jogos de Moisés e concordou com a permanência dele no elenco. As capacidades defensivas e a boa condição física pesaram para que ele siga sendo considerado importante no elenco, que também conta com Paulo Victor e Thauan Lara para a função.

Importante para o grupo

Moisés já se mostrou, também, um jogador importante para o grupo. Não foram poucas vezes que ele puxou a palavra no vestiário ou saiu em defesa de companheiros em momentos de tensão. Já se envolveu em confusões, por exemplo, para postar-se ao lado dos colegas durante discussões de jogo. É, nos bastidores, visto como uma peça que leva o clima para o alto, que contagia com sua força de vontade.

Internacional