PUBLICIDADE
Topo

Brasileirão - 2021

Bahia ganha do Fluminense com dois de Gilberto e deixa a zona de descenso

Colaboração para o UOL, em São Paulo

05/12/2021 17h54

Classificação e Jogos

Com dois gols de Gilberto, um de pênalti e outro de cobertura, o Bahia derrotou o Fluminense por 2 a 0 na Arena da Fonte Nova, hoje (5). Muito superior na partida, os mandantes não tiveram dificuldades para construir o resultado ainda na primeira etapa do embate da 37ª rodada do Brasileirão.

O Esquadrão de Aço chega aos 43 pontos com o triunfo e deixa a zona do rebaixamento, saltando para o 15º lugar, com 43 pontos. O Cuiabá e Juventude têm a mesma pontuação e jogam amanhã (6) na rodada. Já o Nense garante que fica com 51 pontos e pode perder a sétima posição, caso o confronto entre Ceará e América-MG tenha um vencedor.

A última rodada terá todos os jogos nesta quinta (9), às 21h30. O time carioca recebe a lanterna Chapecoense no Maracanã enquanto o baiano visita o Fortaleza no Castelão.

Quem foi bem: Gilberto

O centroavante fez aquilo que se espera dele: gols. Perfeito na hora de cobrar a penalidade e muito inteligência para encobrir o goleiro Marcos Felipe, o camisa 9 foi essencial para o triunfo dos mandantes. Saiu de campo ovacionado aos 31 minutos do segundo tempo.

Quem foi mal: Luccas Claro

A zagueiro do Tricolor carioca não se encontrou na tarde de hoje. Com dificuldades para encontrar os adversários, se confundiu para afastar as bolas e permitiu muito espaço aos atacantes do Bahia. Cometeu uma penalidade totalmente desnecessária e deu a 'assistência' que resultou no golaço de Gilberto na primeira etapa.

Fluminense em ritmo lento

A equipe carioca parecia não ter entrado em campo no primeiro tempo. Com os jogadores muito desligados, o Flu perdeu uma chance clara com um minuto e depois foi atropelado. No intervalo, Fred resumiu bem a exibição do time: 'Nós não jogamos, não competimos, não fizemos nada', disse ao Premiere. Depois disso, a equipe ficou mais com a bola na segunda etapa, mas sem conseguir levar perigo ao gol de Danilo Fernandes.

Bahia avassalador

A necessidade de vencer para seguir lutando pela permanência na elite nacional fez com que o Tricolor baiano entrasse muito ligado em campo. Depois de sufocar e conseguir a vantagem até o intervalo, a equipe se defendeu mais na segunda etapa, fortalecendo a marcação no meio-campo.

Primeiro tempo dominado pelo time da casa

Com apenas um minuto de bola rolando, o Fluminense perdeu uma grande chance com Fred, que bateu por cima após a ajeitada de Caio no cruzamento. Porém, esse lance foi uma exceção do restante da primeira etapa, onde o Esquadrão de Aço dominou o confronto.

O time da casa se mandou ao ataque, pressionou a equipe carioca e teve quatro boas conclusões e uma jogada, aos 11 minutos, que Gilberto cabeceou e Caio tirou com o braço bem aberto, no entanto, o pênalti não foi marcado.

Em nova bola levantada na área no escanteio, Luccas Claro ergueu o braço para desviar a bola e, desta vez, o árbitro Luiz Flavio apontou a marca da cal. Na cobrança, Gilberto chutou forte no canto esquerdo do goleiro Marcos Felipe e abriu o placar.

Aos 46 minutos, o defensor o Fluminense ainda ajeitou uma bola com o peito para trás, contudo o passe encontrou Gilberto. O camisa 9 aproveitou a indecisão do arqueiro na hora de sair do gol e tocou por cima, encobrindo Marcos Felipe e anotando o segundo dele no confronto.

Segunda etapa morna e cheia de cartões

O Bahia voltou mais recuado e tentou explorar a velocidade nos contragolpes para ampliar a vantagem. Mas, a partida caiu muito de ritmo, principalmente após as expulsões de Rossi e Manoel, que discutiram em campo aos 20 minutos quando o técnico Marcão se preparava para fazer três mudanças no Flu.

Com 10 de cada lado e o time da casa torcendo pelo apito final, a partida ficou muito picotada, com muitas faltas e sem a bola rolar muito. Wellington, Fred, Yago Felipe e Bobadilla, do time carioca, e Gilberto e Juninho Capixaba, do baiano, foram advertidos com cartões amarelos.

Aos 47, Raniele puxou um ótimo contra-ataque e tocou para Renan, que ficou sozinho na entrada da área para marcar. Contudo, ele bateu mal e mandou para fora.

Cuiabá entra no Z-4 e Santos segue com risco de descenso

A vitória do Bahia colocou o Cuiabá na zona de rebaixamento do torneio e pressionou também o Juventude. Os dois times entram pressionadas em campo amanhã (6), contra Fortaleza e São Paulo, respectivamente.

O triunfo do Esquadrão de Aço manteve o time com a possibilidade de alcançar o Santos na tabela. Ou seja, mesmo em 12º lugar com 46 pontos, o Peixe ainda não está 100% livre do risco de cair para a Série B. São Paulo e Athletico, que somam 45 pontos, também continuam ameaçados. Estes três clubes também jogam na segunda (6).

FICHA TÉCNICA

BAHIA 2 X 0 FLUMINENSE
Data: 05/11/2021 (domingo)
Local: Arena Fonte Nova, em Salvador (BA);
Hora: 16h (de Brasília);
Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP);
Auxiliares: Neuza Ines Back (SP) e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP);
VAR: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG).

Gols: Gilberto (38' e 46'/1ºT) para o Bahia.

Cartões amarelos: Gilberto, Juninho Capixaba (BAH); Luccas Claro, Wellington Yago, Fred , Bobadilla (FLU).
Cartões vermelhos: Rossi (BAH); Manoel (FLU).

Bahia: Danilo Fernandes; Nino, Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia (Renan Guedes); Patrick de Lucca, Edson (Raniele) e Rodriguinho (Juninho Capixaba); Rossi, Raí (Ronaldo) e Gilberto (Rodallega). Técnico: Guto Ferreira.

Fluminense: Marcos Felipe, Samuel Xavier, Luccas Claro, Manoel e Danilo Barcelos; André (Martinelli), Wellington (Lucca) e Yago; Luiz Henrique (Matheus Ferraz), Caio Paulista (Cazares) e Fred (Bobadilla). Técnico: Marcão.