PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Ibrahimovic comenta momento difícil: 'Meu irmão morreu na minha frente'

Ibrahimovic comemora gol na vitória do Milan contra a Roma - REUTERS
Ibrahimovic comemora gol na vitória do Milan contra a Roma Imagem: REUTERS

Colaboração para o UOL, em São Paulo

02/12/2021 11h29

Zlatan Ibrahimovic lançou seu livro "Adrenalina, minhas histórias ignoradas" e quebrou o silêncio e falou sobre um dos momentos mais difíceis que teve que passar.

Após a apresentação da obra, o atacante do Milan contou como foi difícil a morte de seu irmão. Ibra também comentou como foi sua infância e deu detalhes de como viveu o sofrimento de seu pai durante a guerra da Iugoslávia.

"Todos os dias recebia notícias da morte de um conhecido. Ele (pai) ajudou refugiados e sempre tentou me proteger de tudo isso. Quando a irmã dele morreu na Suécia, eu não estava lá. Mas quando meu irmão, Shapko, morreu de leucemia, eu fui embora. Meu irmão estava esperando por mim, ele morreu na minha frente. Nós o enterramos de acordo com os costumes muçulmanos. Meu pai não derramou uma lágrima, mas no dia seguinte foi ao cemitério e chorou o dia inteiro. Sozinho", relembrou o jogador.

A personalidade forte de Zlatan é algo que não passa despercebido. Sua confiança o colocou num lugar muito cobiçado e isso está relacionado às experiências pelas quais passou na infância.

"Eu não acredito nesse Deus. Só em mim mesmo. Foi assim que aprendi a transformar o ódio em uma arma", disse ele.

Futebol