PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Deyverson se emociona e chora ao marcar gol do título do Palmeiras

Do UOL, em São Paulo

27/11/2021 19h38Atualizada em 27/11/2021 22h23

Classificação e Jogos

Predestinado a ser o herói da conquista do tricampeonato da Copa Libertadores pelo Palmeiras, o centroavante Deyverson não conteve a emoção ao marcar o segundo gol de sua equipe na final diante do Flamengo e foi às lágrimas durante a comemoração do lance. Em 2018, o jogador já havia marcado o gol que deu ao Verdão o título do Brasileirão daquela temporada.

Muito criticado nos últimos meses, Deyverson precisou de apenas quatro minutos em campo para decidir a final em Montevidéu, no Uruguai, e dar ao Palmeiras a terceira taça da Copa Libertadores de sua história. O centroavante entrou antes do início da prorrogação na vaga de Raphael Veiga, curiosamente o autor do primeiro gol do Verdão na partida.

Ligado na partida, Deyverson se aproveitou de um erro de Andreas Pereira no campo de defesa, roubou a bola e avançou em direção a Diego Alves. Na saída do goleiro, o palmeirense bateu forte, no canto e viu a bola desviar no adversário antes de estufar a rede e levar a torcida alviverde ao delírio no estádio Centenário.

Na comemoração, o centroavante pulou a placa de publicidade e foi ao encontro dos palmeirenses. O jogador fez um gesto característico da Mancha Verde, principal organizada do clube de Palestra Itália, e depois não conseguiu conter a emoção. Abraçado por seus companheiros de equipe, Deyverson foi às lágrimas e chorou ainda no gramado.

"É um conjunto, é um grupo. Estamos de parabéns pela forma que jogamos. Eles eram eleitos campeões, todos falando, a imprensa. Mas isso aqui é um grupo, uma família, uma instituição muito grande. As pessoas que falam têm que respeitar o Palmeiras um pouquinho, é um time de muita história. Passaram Marcão, Edmundo, muitos, se eu ficar falando aqui eu vou morrer", afirmou o atacante em entrevista ao Fox Sports.

Em 2018, o camisa 9 também foi o responsável pelo gol que deu o título do Brasileirão ao Palmeiras. Daquela vez, no entanto, o centroavante marcou contra o Vasco, em São Januário, em partida que o Alviverde venceu por 1 a 0 e sacramentou a conquista de mais uma taça nacional ao Verdão.

Palmeiras