PUBLICIDADE
Topo

Futebol

STJD marca julgamento do Grêmio por invasão de campo da torcida

Pedro H. Tesch/AGIF
Imagem: Pedro H. Tesch/AGIF

Do UOL, em Porto Alegre

24/11/2021 14h42

Classificação e Jogos

O Grêmio será julgado no STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), pela invasão de campo ao final do jogo contra o Palmeiras, no final de outubro, na próxima segunda-feira (29). A data da sessão da Primeira Comissão Disciplinar foi confirmada hoje (24). O clube gaúcho pode pegar até 10 jogos com portões fechados e multa de até R$ 100 mil. O time já acumula seis partidas sem público em casa e setor visitante fora, por conta de liminar deferida no início do mês pela presidência do Tribunal.

A mesma sessão vai julgar denúncia contra Rafinha, por ofensa ao árbitro, e o Palmeiras, por briga de torcedores no estádio do Grêmio. A

denúncia contra o Grêmio é por desordem, invasão de campo e lançamento de objetos no campo, segundo texto da Procuradoria do STJD. O clube pode pegar até 10 partidas com portões fechados. Até agora, o time já jogou seis partidas sem torcedores, seja na Arena do Grêmio ou em outros estádios.

O Grêmio já havia tentado um pedido de reconsideração da liminar deferida por Otávio Noronha, presidente do STJD. O dirigente, no entanto, não aceitou a solicitação e manteve a decisão preliminar de suspender a presença de público em jogos do time gaúcho como mandante. Além de vetar acesso às cargas de ingresso para torcida visitante.

Grêmio e Palmeiras se enfrentam em 31 de outubro, pela 29ª rodada do Campeonato Brasileiro. O time comandado por Abel Ferreira venceu pelo placar de 3 a 1 e depois do apito final, torcedores gremistas invadiram o gramado e atacaram a cabine do VAR.

O clube gaúcho identificou 24 pessoas e entregou os dados. O levantamento dos envolvidos é um dos argumentos do Grêmio para criticar o STJD no caso. A demora no agendamento do julgamento, e a recusa da reconsideração da liminar, são motivo de indignação por parte dos dirigentes gremistas.

Na prática, o julgamento poderá liberar a torcida do Grêmio para as três rodadas finais do Campeonato Brasileiro. Diante do Bahia, na próxima sexta-feira (26), o time ainda atuará sem apoio dos gremistas. Em caso de absolvição ou pena inferior à máxima, o clube poderá vender ingressos para os jogos contra São Paulo (em casa), Corinthians (fora) e Atlético-MG (em casa).

Futebol