PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras tem melhor desempenho quando Veiga e Scarpa estão juntos em campo

Gustavo Scarpa e Raphael Veiga comemoram gol do Palmeiras contra o Fluminense pelo Brasileirão - Marcello Zambrana/AGIF
Gustavo Scarpa e Raphael Veiga comemoram gol do Palmeiras contra o Fluminense pelo Brasileirão Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Diego Iwata Lima

De São Paulo

09/11/2021 04h00

Vice-líder do Brasileiro, o Palmeiras conquistou 9% mais pontos quando teve Scarpa e Veiga ao mesmo tempo em campo no Campeonato Brasileiro.

Com 55 pontos, o Alviverde tem 61,1% de aproveitamento em 30 rodadas. Dessas, Scarpa e Veiga estiveram juntos em campo em 18. E com eles jogando ao mesmo tempo, o Palmeiras conquistou 70,3% dos pontos. Para comparar, o aproveitamento do Atlético-MG, líder disparado, é de 72,2%.

A vitória do Palmeiras sobre o Santos por 2 a 0, no domingo (7), marcou a terceira partida consecutiva em que a dupla Veiga-Scarpa foi fundamental na busca pelo resultado para o Palmeiras.

Além da partida contra o Peixe, foi assim no segundo tempo contra o Sport —2 a 1— e na vitória contra o Grêmio, no último dia 31, em Porto Alegre, por 3 a 1.

A ideia de ter juntos os dois jogadores com mais contribuições para gol no ano parece começar a convencer Abel, pensando até mesmo na formação para a final da Copa Libertadores, no dia 27, contra o Flamengo, em Montevidéu.

Na temporada, Scarpa soma 27 participações em gol, com 20 assistências —12 delas no Brasileiro— e sete gols. Já Veiga, com o gol anotando diante do Santos, tem agora 21 participações, com 5 assistências e 16 gols nos campeonatos de 2021.

Mas, antes do jogo contra o Sport, Abel Ferreira ficou mais de um mês sem escalar os dois ao mesmo tempo. Entre a derrota para o Cuiabá por 2 a 0, em 22 de agosto, e o revés contra o Red Bull Bragantino, em 9 de outubro —2 a 4—, houve um hiato de seis rodadas, nas quais o Palmeiras teve só uma vitória, dois empates e três derrotas.

Desde que os dois voltaram a frequentar o campo ao mesmo tempo, o time já soma três vitórias e uma derrota.

Luiz Adriano volta a perder espaço

Gustavo Scarpa estar de volta ao time titular é má notícia para Luiz Adriano. O camisa 10 foi quem perdeu lugar na equipe para que o meia voltasse a iniciar as partidas.

Com a dupla de meias de criação jogando, quem acaba fazendo a função de homem de referência no ataque é Rony, que contra o Santos, foi muito bem. Anotou três gols —apenas um valeu— e deu ainda assistência justamente para Veiga fazer o segundo do Verdão no jogo.

Números gerais do Palmeiras no Brasileiro

30 Jogos

17 Vitórias

4 Empates

9 Derrotas

61,1% de aproveitamento

Números do Palmeiras no Brasileiro com Veiga e Scarpa juntos em campo

18 Jogos

12 Vitórias

2 Empates

4 Derrotas

70,3% de aproveitamento

Partidas que tiveram Veiga e Scarpa em campo ao mesmo tempo

Palmeiras 3 x 1 Chapecoense

Palmeiras 1 x 1 Corinthians

Juventude 0 x 3 Palmeiras

Palmeiras 2 x 1 América-MG

Bragantino 3 x 1 Palmeiras

Palmeiras 3 x 2 Bahia

Internacional 1 x 2 Palmeiras

Sport 0 x 1 Palmeiras

Palmeiras 2 x 0 Grêmio

Palmeiras 3 x 2 Santos

Palmeiras 1 x 0 Fluminense

São Paulo 0 x 0 Palmeiras

Palmeiras 2 x 3 Fortaleza

Palmeiras 0 x 2 Cuiabá

Palmeiras 2 x 4 Red Bull Bragantino

Palmeiras 2 x 1 Sport

Grêmio 1 x 3 Palmeiras

Santos 0 x 2 Palmeiras

Errata: o texto foi atualizado
A final da Copa Libertadores de 2021 ocorre no dia 27 de novembro; não no 17. O erro foi corrigido.