PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Imprensa argentina destaca Calleri em vitória do São Paulo

Calleri, do São Paulo, comemora gol marcado no Majestoso -  Marcello Zambrana/AGIF
Calleri, do São Paulo, comemora gol marcado no Majestoso Imagem: Marcello Zambrana/AGIF

Colaboração para o UOL

19/10/2021 11h08

"Calleri deu a primeira vitória ao São Paulo de Rogério Ceni". Foi assim que o jornal "Olé", da Argentina, publicou sobre o clássico entre São Paulo e Corinthians, no Morumbi. Depois de seis empates seguidos, o gol do argentino decidiu o jogo, dando a vitória ao São Paulo, depois de um mês sem vencer.

O resultado também ajudou a manter um tabu que já dura 11 anos: desde 2010, o São Paulo não sabe o que é perder para o rival no Morumbi em Campeonato Brasileiro. Em todas as competições, o Corinthians não ganha do São Paulo no Morumbi desde 2017.

Ontem, no Majestoso, a popular música da torcida do São Paulo se materializou: Reinaldo tocou no Calleri e foi gol. A vitória tricolor foi destaque na imprensa argentina, ressaltando a atuação do camisa 30, que marcou seu terceiro gol na volta ao São Paulo.

A imprensa "hermana" tem muitos motivos para falar sobre o elenco do São Paulo, o time mais "argentino" do Campeonato Brasileiro. O tricolor paulista é o time com mais estrangeiros no elenco: são oito e, entre eles, três argentinos: além de Calleri, Benítez e o machucado Rigoni foram citados pelo periódico.

Vale lembrar que, no Brasileirão, só é permitido relacionar cinco estrangeiros por rodada, o que, naturalmente, obriga o treinador a abrir mão de três gringos. No clássico de ontem, o São Paulo entrou em campo com quatro deles no time titular: Orejuela, Arboleda, Benítez e Calleri. Gabriel Neves, o quinto, estava no banco e entrou no intervalo, na vaga do "Lobo". Rigoni e Galeano, machucados, ficaram de fora. Rojas também não foi relacionado.

O "Olé" também lembrou o nome de Hernán Crespo, ídolo argentino, que foi substituído por Rogério Ceni no comando técnico da equipe. A má notícia para o torcedor são-paulino é que o autor do gol saiu de campo aos 32 minutos do segundo tempo, sentindo uma lesão na coxa e pode desfalcar o time nas próximas rodadas.

O próximo compromisso do São Paulo é contra um dos finalistas da Copa Sul-Americana, o RB Bragantino, no domingo, às 18h15, no Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista.

Futebol