PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2021

Avaí vence, encosta no G4 e piora crise do Vasco na Série B do Brasileiro

Getúlio, do Avaí, celebra gol contra o Vasco, na Ressacada, pela Série B do Brasileiro - EDUARDO VALENTE/ISHOOT/ESTADÃO CONTEÚDO
Getúlio, do Avaí, celebra gol contra o Vasco, na Ressacada, pela Série B do Brasileiro Imagem: EDUARDO VALENTE/ISHOOT/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

06/09/2021 21h58

Classificação e Jogos

O Vasco parece estar em uma crise sem fim na Série B do Campeonato Brasileiro. Em casa, o Avaí bateu o time cruz-maltino por 3 a 1, e, ao menos momentaneamente, encostou no G4. Enquanto isso, o time de Lisca novamente deixou o campo com um resultado negativo e o acesso à elite do futebol parece cada vez mais longe. O triunfo foi construído com gols de Getúlio, Bruno Silva e Jonathan. Morato fez o dos cariocas.

Com o resultado, o Leão foi a 37 pontos e está a um do Goiás, quarto colocado. O Vasco, por outro lado, permanece com 32, na nona colocação. Vale ressaltar que este duelo abriu a 23ª rodada.

Na próxima, o Avaí enfrenta o Remo, fora de casa, no dia 16. Já o Vasco, também no dia 16, visita o CRB.

Quem foi bem - Getúlio

O atacante do time do Avaí foi autor do gol que abriu o placar e deu assistência para Bruno Silva fazer o segundo. Com bastante movimentação, levou trabalho ao sistema defensivo do Vasco.

Quem foi mal - Zeca

Não conseguiu ajudar o time atacando ou defendendo. No primeiro gol, falhou na marcação do Copete, que deu o passe para Getúlio abrir o placar.

Gol cedo

Depois de um começo estudado e chance desperdiçada pelo Vasco — com Romulo, de cabeça —, o Avaí abriu o placar em uma das primeiras investidas. Em contra-ataque, Copete passou com facilidade por Zeca e achou Getúlio no meio da zaga. O atacante recebeu em velocidade, tirou de Vanderlei e bateu para o gol.

VAR funciona, e gol é validado

Com o placar favorável, o Avaí passou a ditar o ritmo da partida. O time de Santa Catarina deixava a bola com o Vasco e se organizava defensivamente, fazer com o que o Cruz-Maltino tivesse dificuldades em encontrar espaços. Cano, porém, recebeu em profundidade nas costas da defesa e acionou Morato que, sem marcação, mandou para o fundo da rede.

A arbitragem marcou impedimento e o lance foi revisado pelo VAR. Durante o tempo de espera, foi possível ouvir o banco de reservas do Vasco dizendo que "na Central do Apito disseram que foi gol". Contra o Brasil de Pelotas, na última sexta-feira, o time da Colina fez um gol que foi anulado por impedimento, mas o VAR não foi capaz de traçar a linha e prevaleceu a decisão do campo.

Ficou lá e cá

Após o empate, o Vasco melhorou na partida e equilibrou as ações. Os dois times passaram a abusar das tentativas de jogadas em velocidades e, desta forma, até criaram boas oportunidades, mas sem mandar para a rede.

Gol mais cedo ainda

O segundo tempo tinha acabado de começar e o Avaí passou à frente novamente no placar. Miranda fez falta próximo à área. Na cobrança, bola foi alçada na área, Getúlio escorou e Bruno Silva, sem marcação, completou.

Panorama parecido

Com o marcador favorável novamente, o Avaí voltou a adotar a mesma estratégia e dar campo ao Vasco, apostando nas saídas em velocidade. O time cruz-maltino encontrava obstáculos e chegou com mais clareza apenas em uma cabeçada de Caio Lopes, que Glédson defendeu.

Tentativa

O Vasco fez mudanças e tentou mudar o comportamento em campo, buscando ficar mais com a bola e "empurrar" o Avaí para o campo de defesa. Porém, apenas um chute cruzado de Cano, que Daniel Amorim não alcançou, foi o lance mais perigoso.

Entrou e fez

Na reta final, o Avaí encaixou um contra-ataque e Copete saiu cara a cara com Vanderlei. A bola bateu na trave e, no rebote, Jonathan, que tinha acabado de entrar, balançou a rede.

Loucura final

Nos minutos finais, já sem muita estratégia e sem chances de mudar o cenário da partida, o Cruz-Maltino ainda tentou ir à frente da forma que deu, mas não teve sucesso. O Avaí, com placar e tempo a favor, apenas esperou o apito final.

FICHA TÉCNICA
AVAÍ 3 X 1 VASCO

Competição: Campeonato Brasileiro Série B
Local: Ressacada, Florianópolis (SC)
Dia: 6 de setembro de 2021, segunda-feira
Horário: 20h (horário de Brasília)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Junior (PR)
Assistentes: Bruno Boschilia (PR) e Weber Felipe Silva (PR)
VAR: Adriano Milczvski (PR)
Cartões amarelos: Lisca (técnico), Leandro Castan, Miranda (VAS)
Cartões vermelhos:
Gols: Getúlio, do Avaí, aos 13'/1ºT; Morato, do Vasco, aos 29'/1ºT; Bruno Silva, do Avaí, aos 2'/2ºT; Jonathan, do Avaí, aos 36'/2ºT

Avaí: Glédson, Edilson, Betão, Fagner Alemão e João Lucas (Rafel Pereira); Bruno Silva, Marcos Serrato (Wesley Soares), Jean Cléber (Jonathan) e Vinícius Leite; Getúlio (Romulo) e Copete (Diego Renan). Técnico: Claudinei Queiroz

Vasco: Vanderlei, Leo Matos, Miranda, Leandro Castan e Zeca; Romulo (Daniel Amorim), Andrey (Caio Lopes) e Marquinhos Gabriel (Caio Lopes); Morato (Figueiredo), Léo Jabá (Gabriel Pec) e Cano. Técnico: Lisca