PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Pokoherói: Valdívia não brilha na B, mas se torna herói do acesso do Avaí

Valdivia comemora com a torcida gol que ajudou a colocar o Avaí de volta na Série A do Brasileirão - R.PIERRE/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO
Valdivia comemora com a torcida gol que ajudou a colocar o Avaí de volta na Série A do Brasileirão Imagem: R.PIERRE/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

Eder Traskini

Do UOL, em Santos (SP)

29/11/2021 04h00

Classificação e Jogos

Ele não marcou propriamente o gol do acesso, mas participou dos dois tentos que viraram o jogo e garantiram o Avaí na Série A de 2022: Valdívia, o "pokopika", foi um dos heróis do time catarinense na vitória por 2 a 1 sobre o Sampaio Corrêa na rodada final da Série B.

Aos 27 anos, o jogador revelado pelo Internacional está bem longe do que o potencial do início de carreira apontava: ele era presença constante na seleção olímpica na preparação para as Olimpíadas do Rio de Janeiro, mas uma grave lesão no joelho acabou sendo decisiva para tirar o jogador do torneio.

Naquele mesmo ano, 2016, acabou rebaixado com o Inter para a Série B e não se encontrou mais. Rodou por empréstimo em Atlético-MG, São Paulo, Al-Ittihad (ARS) e Vasco até chegar ao Avaí. No começo do ano, assinou em definitivo com o clube de Santa Catarina, mas mesmo atuando na Série B não se firmou.

Valdívia atuou em 50 partidas nesta temporada, mas foi titular apenas 14 vezes, sendo três delas na disputa da Série B. Até a partida de hoje, o "pokopika" — apelido que pegou quando surgiu no Inter — tinha somente um gol e uma assistência em toda a temporada.

Na partida decisiva diante do Sampaio Corrêa, mais uma vez começou no banco de reservas e entrou no intervalo com o time atrás no placar. Aos 35 minutos da segunda etapa, pegou a bola para bater o pênalti que tinha acabado de ser desperdiçado pelo lateral Edílson nas mãos do goleiro Luiz Daniel, mas a arbitragem mandou a cobrança voltar por invasão na área. Valdívia bateu forte no meio e explodiu as arquibancadas da Ressacada.

Aos 44 minutos do segundo tempo, cobrou escanteio na cabeça de Renato, que mandou para o fundo das redes e decretou o acesso do Avaí — após dez minutos de acréscimos e apreensão do torcedor nas arquibancadas.

Valdívia é um dos 15 jogadores do elenco avaiano com contrato somente até o fim da temporada. O Leão aguardava a definição da Série B para definir o planejamento para 2022.

O Avaí entrou na rodada dependendo apenas de suas próprias forças para garantir a quarta vaga para a Série A, mas passou 80 minutos da partida atrás no placar e dando a vaga para o CSA, que venceu o Brasil de Pelotas. Além do time catarinense, Botafogo, Goiás e Coritiba também carimbaram vaga na elite do futebol brasileiro na próxima temporada.

Futebol