PUBLICIDADE
Topo

Série B - 2021

Warley marca, Botafogo vence o Remo e "finca os pés" no G4 da Série B

Jogadores do Botafogo comemoram gol contra o Remo na Série B - OSWALDO FORTE/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO
Jogadores do Botafogo comemoram gol contra o Remo na Série B Imagem: OSWALDO FORTE/FUTURA PRESS/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

Do UOL, no Rio de Janeiro (RJ)

04/09/2021 21h30

Classificação e Jogos

O Botafogo deu um importante passo na luta para retornar à elite do futebol brasileiro. O Alvinegro bateu o Remo por 1 a 0, na noite de hoje (4), na Baenão, e, ao menos momentaneamente, ocupa a terceira colocação da Série B. O triunfo foi construído com gol de Warley, que nem conseguiu comemorar porque, logo após colocar a bola na rede, sentiu fortes câimbras.

Com o resultado, o Glorioso chegou a 38 pontos, ultrapassando o Goiás no número de vitórias, mas, vale lembrar, o Esmeraldino encara o Cruzeiro na terça-feira, ainda por esta rodada. Já o Remo, com 27 pontos, permanece no meio da tabela e tentando se afastar da zona de rebaixamento.

Na próxima rodada, o Remo enfrenta o Vitória, no Barradão, na sexta-feira, e o Botafogo recebe o Londrina, no Nilton Santos, no sábado.

Fim de tabu e 100%

A última vez que o Botafogo havia vencido o Remo em duelos na capital paraense, foi pelo Brasileiro de 1980. Na ocasião, o Alvinegro venceu por 3 a 1, de virada. De lá para cá, foram dois encontros, um na Copa do Brasil de 2001 e na Série B de 2003, ambos com triunfos do time da casa. O resultado, inclusive, fez o Botafogo manter os 100% de aproveitamento neste returno, com três vitórias em três rodadas — venceu também o Vila Nova e o Coritiba.

Estreia como titular

Sem o atacante Rafael Navarro, suspenso, o técnico Enderson Moreira optou por Rafael Moura como titular. Foi a primeira vez que o He-Man esteve entre os 11 iniciais desde a chegada ao Alvinegro, em junho.

Início "morno"

O jogo começou com uma boa chance para o Remo, em finalização de Victor Andrade, mas, logo depois, o que se viu foram dois times sem tanta criatividade e com dificuldades para encontrar espaços frente à forte marcação adversária. Uma das principais chances acontecer com Carli, após cruzamento.

Mais aberto

Após a parada no jogo para que os jogadores pudessem se hidratar, o jogo mudou um pouco de cenário. Tanto Remo quanto Botafogo conseguiram levar mais perigo — Marco Antônio quase marcou um bonito gol para o Alvinegro, e Gedoz tentou olímpico.

Começo diferente

Na volta do intervalo, as equipes deram indícios de que podiam animar a noite dos torcedores. Logo no começo, chances claras e movimentações mais consistentes. Por outro lado também, mais travado devido às faltas.

Comemoração e lamentação

Warley recebe auxílio logo após fazer o gol do Botafogo contra o Remo, pela Série B do Brasileiro - Fernando Torres/AGIF - Fernando Torres/AGIF
Imagem: Fernando Torres/AGIF

O Botafogo abriu o placar com Warley, que aproveitou cruzamento de Pedro Castro e balançou a rede após duas tentativas. O atacante, porém, nem sequer conseguiu comemorar. Logo que bateu para o gol, ele caiu no gramado acusando fortes câimbras e foi auxiliado pelos companheiros. Ele ainda voltou para o jogo, mas minutos depois pediu a substituição.

Resposta rápida

O Alvinegro ainda celebrava quando o Remo quase empatou quando Thiago Ennes cruzou e Lucas cabeceou, fazendo a bola explodir no travessão. O time de Felipe Conceição, inclusive, passou a ser mais insinuante e conseguiu "empurrar" o Botafogo.

Já quase nos acréscimos, nova bola na trave no gol defendido por Diego Loureiro. Desta vez, Jefferson que assustou.

Milagre

No último lance do jogo, o Remo teve uma sequência de chances na área e, no "bate e rebate", Diego Loureira fez grande defesa, os jogadores alvinegros fizeram os cortes, e o empate não saiu.

FICHA TÉCNICA
REMO 0 X 1 BOTAFOGO

Competição: Campeonato Brasileiro Série B
Local: Baenão, em Belém (PA)
Dia: 4 de setembro de 2021, sábado
Horário: 19h30
Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)
Assistentes: Wilton Pereira Sampaio (GO) e Hugo Savio Xavier Correa (GO)
VAR: Leone Carvalho Rocha (GO)
Cartões amarelos: Felipe Gedoz, Felipe Conceição (técnico), Victor Andrade (REM); Rafael Moura, Diego Loureiro, Romildo (BOT)
Cartão vermelho: -
Gols: Warley, do Botafogo, aos 19'/2ºT

Remo: Vinícius, Thiago Ennes, Rafael Jansen, Marlon e Igor Fernandes (Wallace); Anderson Uchoa, Lucas Siqueira (Ronald), Arthur (Jefferson) e Felipe Gedoz (Tiago Mafra); Victor Andrade e Matheus Oliveira (Rafinha). Técnico: Felipe Conceição

Botafogo: Diego Loureiro, Daniel Borges, Kanu, Joel Carli e Jonathan Silva (Carlinhos); Barreto, Pedro Castro (Romildo) e Chay (Ênio); Marco Antônio (Luiz Henrique), Warley (Luís Oyama) e Rafael Moura. Técnico: Enderson Moreira