PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Mauro Cezar: Renato fez ajustes no Flamengo, como Gabigol saindo da área

Do UOL, em São Paulo

02/08/2021 14h52

Classificação e Jogos

Com mais uma apresentação de gala, o Flamengo alcançou o quarto triunfo consecutivo no Brasileirão ao superar o Corinthians por 3 a 1, na Neo Química Arena, pela 14ª rodada do Brasileirão. Para manter a alta média de gols — foram 23 bolas nas redes nas últimas cinco partidas —, o Rubro-Negro pressionou os donos da casa logo nos primeiros minutos.

No Posse de Bola #148, nesta segunda-feira (02/08), Mauro Cezar Pereira apontou que o treinador Renato Gaúcho tem dado a sua cara ao time aos poucos, mas ressaltou que já é notável a forma como tem escalado o atacante Gabigol para atuar em um posicionamento diferente em relação aos antecessores que comandaram o time.

"Boa parte das análises que acontecem com o Renato, sobre essa mudança de comportamento do Flamengo, são muito rasas porque se limitam a isso [postura mais motivadora com o novo treinador]. 'Ah, ele fala a linguagem do jogador'. Não, tem o trabalho dele ali. Isto até desvaloriza o trabalho do Renato, ele fez ajustes no time. Ele colocou, por exemplo, o Gabigol para sair mais da área. O Gabigol serviu ontem duas vezes o Bruno Henrique, incluindo a bola no travessão", comentou.

"O Gagibol agora sai, trabalha mais do que antes, com o Dome [Torrent], com o Rogério [Ceni], com o [Jorge] Jesus... Ele sai da área, mas agora está saindo mais ainda. Ele praticamente faz o papel do Bruno Henrique pelo lado direito, como o homem que sai para trabalhar fora da área e aparece para finalizar. Ele só não faz aquele corredor que o Bruno Henrique faz, que é aquela arrancada pela ponta, que ontem não aconteceu, mas que o Bruno Henrique também oferece ao time, mas tem o poder de finalização de média distância melhor", acrescentou.

O comentarista do UOL Esporte, no entanto, fez questão de recordar que Rogério Ceni teve problemas para armar o time devido aos sucessivos desfalques, tanto por lesões como por convocações às seleções da América do Sul para a disputa das Eliminatórias à Copa de 2022 e à Copa América, como Arrascaeta, Isla, Piris da Motta, Everton Ribeiro e Gabigol — além de Gerson, negociado com o Olympique de Marselha.

"Agora ele [Renato] tem o time completo, exceto o Rodrigo Caio, que praticamente não pode ser considerado um desfalque porque fica mais fora do que joga. É uma pena para o Flamengo, mas é um jogador que está sempre lesionado", analisou. "Fora o Rodrigo Caio, todo mundo à disposição. O Flamengo jogou por muito tempo sem estes jogadores todos, isto tem um impacto muito grande. Até o Diego se machucou na reta final na passagem do Ceni. Ele tem todos os jogadores, isso faz uma diferença brutal", completou.

O Flamengo volta a campo na quinta-feira (5), quando fará o jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil contra o ABC, na Arena das Dunas. Renato Gaúcho deve poupar boa parte do elenco, uma vez que o time goleou por 6 a 0 no primeiro jogo.

Posse de Bola: Quando e onde ouvir?

A gravação do Posse de Bola está marcada para segundas e sextas-feiras às 9h, sempre com transmissão ao vivo pela home do UOL ou nos perfis do UOL Esporte nas redes sociais (YouTube, Facebook e Twitter).

A partir de meio-dia, o Posse de Bola estará disponível nos principais agregadores de podcasts. Você pode ouvir, por exemplo, no Spotify, Apple Podcasts, Google Podcasts, Amazon Music e Youtube --neste último, também em vídeo. Outros podcasts do UOL estão disponíveis em uol.com.br/podcasts.

Futebol