PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras

Galiotte comenta sobre busca por reforços e saúde financeira do clube

O presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, durante treinamento na Academia de Futebol - Cesar Greco
O presidente do Palmeiras, Mauricio Galiotte, durante treinamento na Academia de Futebol Imagem: Cesar Greco

Colaboração para o UOL, em São Paulo

18/06/2021 16h17

O presidente do Palmeiras, Maurício Galiotte, concedeu uma entrevista para a Rádio 9 de Julho onde explicou a situação econômica e explicou a atuação do clube neste mercado de transferências.

Até o momento, a equipe paulista conta com apenas um novo jogador para essa temporada, o meio-campista Danilo Barbosa. Galiotte reforçou que está em busca de alternativas para o elenco, mas ressaltou sua preocupação com a saúde financeira do clube.

"Importante falar ao torcedor. Todos os times no mundo precisam de reforços, o Palmeiras não é diferente. Mas vocês veem exemplos de vários clubes no Brasil que acabam fazendo coisas em termos de investimento e comprometem o clube por vários anos", disse.

Além disso, Galiotte também explicou como é o processo para se concretizar uma contratação: "O fato é que contratar não é tão simples. Precisamos de algumas avaliações. Primeiro temos de entender onde está a carência. Depois desta análise, vemos se nas categorias de base temos jogadores para atender a demanda. Então vamos ao mercado e aí precisamos de muita responsabilidade."

Por conta das conquistas do Palmeiras na temporada passada - que acabaram em 2021 -, o Verdão apresentou superávit de R$ 58,9 milhões no primeiro bimestre deste ano. Apesar disso, a projeção do clube é de um ano de dificuldade financeira.

"O Allianz Parque está fechado, caíram Avanti e o número de sócios no clube, o que é natural pelas dificuldades. É um grupo ainda de qualidade, o mesmo que conquistou títulos na temporada passada. Temos de pensar em melhorar, em algo mais. Em ter sempre um time melhor do que o de hoje. Seria muito simples, faltam seis meses para acabar meu mandato. Sair contratando seria irresponsável de minha parte, porque criaria um problema para o Palmeiras. A situação financeira é delicada", afirmou Galiotte.

Além disso, para equilibrar as contas, o Palmeiras deve negociar uma das 'Crias da Academia', que tiveram muito destaque na temporada passada, como Patrick de Paula, Gabriel Veron, Gabriel Menino e Danilo. Esses jogadores estão na órbita de grandes clubes europeus.

Mas o elenco comandado por Abel Ferreira poderá contar com alguns reforços 'gratuitos'. Depois de Deyverson, que já foi reintegrado e marcou na última partida do Palmeiras, tem o retorno de Dudu - a partir do dia 2 de julho - e a equipe também pode aproveitar Miguel Borja, emprestado ao Junior Barranquilla.

Palmeiras