PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Colômbia estreia na Copa América sem James, que brilhou em Cuiabá há 7 anos

Jogadores da Colômbia fazem reconhecimento do gramado na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT) - Reprodução / Conmebol TV
Jogadores da Colômbia fazem reconhecimento do gramado na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT) Imagem: Reprodução / Conmebol TV

Bruno Braz

Do UOL, em Cuiabá (MT)

13/06/2021 04h00

Classificação e Jogos

A Colômbia fará sua estreia na Copa América hoje (13), às 21h (horário de Brasília), contra o Equador, na Arena Pantanal, em Cuiabá (MT), sem uma de suas principais estrelas, o meia James Rodrigues, que há sete anos e no mesmo local brilhou na goleada de sua seleção sobre o Japão por 4 a 1 na Copa do Mundo.

O craque daquela partida vive um momento conturbado com a nova comissão técnica colombiana. Oficialmente, o argumento do técnico Reinaldo Rueda é de que o jogador não foi convocado para a Copa América e para os últimos dois jogos das Eliminatórias por não estar bem fisicamente após lesão muscular recorrente na panturrilha direita. James, porém, não engoliu bem a justificativa e através de uma nota oficial divulgada em suas redes sociais não escondeu seu descontentamento.

"(...) Com surpresa recebo o comunicado do corpo técnico manifestando não contar comigo e desejando-me uma recuperação total. Recuperação que já realizei e em que me sacrifiquei muito (...)", disse em um trecho, complementando: "(...) Não receber a confiança de parte do corpo técnico me machuca e me gera uma enorme dor, já que pela camisa da seleção da Colômbia sempre deixei minha vida".

Pergunta do UOL sobre James não é feita a Rueda

24.jun.2014 - James Rodriguez, da Colômbia, comemora após marcar o quarto gol na vitória sobre o Japão na Arena Pantanal - Christopher Lee/Getty Images - Christopher Lee/Getty Images
James Rodríguez fez golaço na Arena Pantanal, na Copa de 2014, em goleada sobre o Japão por 4 a 1
Imagem: Christopher Lee/Getty Images

Presente em Cuiabá (MT) para a cobertura dos jogos da Copa América que acontecerão na Arena Pantanal, o UOL Esporte participou da entrevista coletiva virtual do técnico Reinaldo Rueda, mas não teve sua pergunta sobre James Rodríguez lida pela assessoria de imprensa da Conmebol, que promovia a conferência.

Pelas regras, os veículos teriam direito a uma pergunta para cada entrevistado que seriam enviadas por Whatsapp para o assessor da entidade, e este as leriam ao vivo.

No caso da seleção da Colômbia, além de Rueda, participou também o zagueiro Carlos Cuesta, que atua no Genk, da Bélgica. Porém, somente o questionamento ao defensor foi feito, quando perguntado sobre a sensação de voltar a jogar perante ao público, algo que aconteceu no empate em 2 a 2 com a Argentina pelas Eliminatórias.

Já a Rueda, a seguinte pergunta havia sido feita: "Boa noite, Rueda! Permita-me tocar em um tema que talvez já tenha sido discutido, mas que aqui no Brasil ainda não parece estar muito claro: houve alguma conversa com o James Rodríguez depois de optar por não convocá-lo para preservar sua parte física? Em suas redes sociais, James pareceu um pouco chateado e disse que estava recuperado. Gostaria de saber se este assunto já foi esclarecido entre as partes. Obrigado por sua atenção e sorte na Copa América!".

O questionamento, no entanto, não foi lido e nenhuma justificativa para tal foi apresentada. Na coletiva anterior, da seleção do Equador, a pergunta do UOL Esporte ao meia Mena sobre o posicionamento dos jogadores de sua equipe sobre a Copa América também não foi feita.

Jogo da Colômbia na Copa também teve recorde

24.jun.2014 - Mondragon comemora após a Colômbia marcar o quarto gol na vitória por 4 a 1 sobre o Japão na Arena Pantanal - REUTERS/Dylan Martinez - REUTERS/Dylan Martinez
Em goleada da Colômbia sobre o Japão, em 2014, Mondragon tornou-se o atleta mais velho a disputar uma Copa
Imagem: REUTERS/Dylan Martinez

Outro fato marcante naquele que foi o único jogo até então da Colômbia na Arena Pantanal aconteceu com o recorde quebrado pelo goleiro Modragón, que na época com 43 anos, tornou-se o atleta mais velho a atuar numa Copa do Mundo. Ele entrou no fim do jogo substituindo Ospina, quando a partida já estava em 3 a 1 para os colombianos sobre os japoneses.

Quatro anos depois, porém, no Mundial da Rússia, Mondragón foi superado pelo egípcio Essam El-Hadary.

Cuadrado é atração na Colômbia; Arboleda no Equador

O jogo de hoje à noite na Arena Pantanal terá como principal atração pela Colômbia o meia-atacante Cuadrado, que atua na Juventus (ITA), e o volante Cuéllar, que defendeu o Flamengo. Já pelo lado do Equador o destaque é o zagueiro Arboleda, do São Paulo.

Ambas as equipes vêm de tropeços nas Eliminatórias para a Copa do Mundo. A Colômbia empatou em 2 a 2 com a Argentina em casa, e o Equador recebeu o Peru e perdeu por 2 a 1. Os colombianos estão na quinta colocação, com oito pontos, e os equatorianos estão em terceiro, com nove.

FICHA TÉCNICA

COLÔMBIA X EQUADOR
Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Hora: 21h (horário de Brasília)
Árbitro: Nestor Pitana (ARG)
Auxiliares: Ezequiel Brailovsky (ARG) e Gabriel Chade (ARG)
VAR: Mauro Vigliano (ARG)

Colômbia: Ospina; Medina, Mina, Sanchez, Tesillo; Cuadrado, Uribe, Cuellar, Diaz; Zapata, Muriel. Técnico: Reinaldo Rueda

Equador: Dominguez; Perlaza, Arboleda, Arreaga, Estupinan; Plata, Mendez, Caicedo, Carabali; Estrada, Valencia. Técnico: Gustavo Alfaro.

Esporte