PUBLICIDADE
Topo

Atlético-MG

Zagueiro goleador, Réver dá mais um passo para alcançar Léo Silva no Galo

Rever comemora gol do Atlético-MG contra o Remo, em duelo válido pela Copa do Brasil - Fernando Moreno/AGIF
Rever comemora gol do Atlético-MG contra o Remo, em duelo válido pela Copa do Brasil Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Henrique André

Do UOL, em Belo Horizonte

11/06/2021 04h00

Classificação e Jogos

Os investimentos feitos pelo Atlético-MG, dentro e fora das quatro linhas, já não são novidade para ninguém. Desde a eliminação para o modesto Afogados-PE, na Copa do Brasil do ano passado, o clube vive transformação intensa e, a partir delas, criou o objetivo de ser o principal da América do Sul. Curiosamente, no elenco, hoje recheado de bons jogadores, é um zagueiro, velho conhecido do torcedor, que figura na lista de goleador máximo do grupo.

Aos 36 anos, com mais tempo de casa e com contrato até o fim do ano, o capitão Réver marcou na noite de ontem (10) contra o Remo, na partida que levou o Galo às oitavas da Copa do Brasil, e chegou a 29 tentos anotados em 277 jogos disputados. Em sua segunda passagem pelo Atlético-MG, o zagueiro agora precisa de mais sete gols para alcançar o ex-companheiro Léo Silva, que se aposentou como o atleta da posição com mais gols feitos na história do clube. Ocupando cargo diretivo nas categorias de base, o antigo dono da camisa 3 balançou a rede 36 vezes.

Titular nos últimos jogos do Alvinegro, em razão da ausência de Junior Alonso, convocado para defender a seleção paraguaia nas Eliminatórias e também, a partir de domingo (13), na Copa América, o "Capitão América" aproveita a oportunidade para dar a velha e boa "dor de cabeça" ao técnico Cuca e também para garantir a renovação do contrato.

"O Atlético hoje faz valer a pena o investimento feito, as contratações feitas. Prova disso é que o Atlético desistiu de mudar as datas dos seis jogos, coisa que equipes que se fala que tem um elenco forte, mas na hora de colocar isso em prova, acaba ficando com certo receio. Isso não houve no Atlético. Isso demonstra o poder do elenco. Que nós tenhamos essa eficiência que estamos tendo, para que possamos dar essa continuidade, deixar esse ponto de interrogação (sobre quem deve ser titular), e quem sabe derrubar um pouco mais do cabelo do Cuca", destacou em entrevista concedida ao longo da semana na Cidade do Galo.

No domingo, o Atlético-MG volta ao Mineirão, mas pelo Campeonato Brasileiro. A partir das 16h, Cuca e seus comandados recebem o São Paulo de Crespo. A partida será válida pela terceira rodada da competição mais importante do país.

Atlético-MG