PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Suarez renasce com choro e gol do título após ser dispensado pelo Barça

Luis Suárez celebra gol diante do Real Valladolid, pela última rodada do campeonato espanhol - REUTERS/Juan Medina
Luis Suárez celebra gol diante do Real Valladolid, pela última rodada do campeonato espanhol Imagem: REUTERS/Juan Medina

Colaboração para o UOL, em São Paulo

22/05/2021 15h15

O título do Atlético de Madri nesta temporada do campeonato espanhol teve Luis Suárez como um dos principais nomes da equipe na campanha. Com 21 gols em 31 jogos, Suárez fez dois dos gols mais importantes para o título da equipe colchonera. Uma temporada de alto nível após ser dispensado pelo Barcelona.

Depois do jogo, visivelmente emocionado, Suárez agradeceu ao Atlético por ter "aberto as portas" para ele após ter sido "menosprezado" pelo Barcelona.

"O Atlético me abriu as portas. Por isso sempre serei agradecido ao clube por confiar em mim.", disse Suárez na saída de campo após o título conquistado hoje.

Além do gol nesta tarde, contra o Valladolid, que virou a partida e deu o título à equipe de Diego Simeone, o atacante foi determinante na rodada anterior, contra o Osasuna, quando também fez o gol que virou o jogo e deixou o Atleti a uma vitória do título espanhol. Na ocasião, o tento foi anotado aos 42 minutos do segundo tempo de um jogo difícil.

O final da temporada de Suárez foi assim como o começo: acima das expectativas. Sua estreia já foi com dois gols diante do Granada na terceira rodada da La Liga. Nas partidas seguintes, as boas atuações continuaram e o atacante chegou a marcar 16 gols em 17 jogos pelo novo clube.

A chegada ao Atleti

Suárez foi anunciado pelo Atlético de Madri em setembro, após ser negociado por não estar mais nos planos do Barcelona para a nova temporada. Em entrevista à revista France Football, Suárez admitiu que a decisão de atuar pela equipe colchonera se deu pela sua vontade de provar o seu valor após as mágoas com a ex-equipe, o Barcelona, que o dispensou.

"Senti que não estava nos planos. Com todo o meu orgulho, disse a mim mesmo que iria provar o meu valor. E é por isso que me senti atraído por jogar no Atlético de Madri", disse Luisito.

Suárez também fez questão de deixar clara a mágoa por ter sido "descartado" e "desrespeitado" por sua ex-equipe. Segundo o atacante, o Barcelona o "demitiu" por considerá-lo "velho demais".

"Eles disseram que não contavam mais comigo.", revelou Suárez. "O clube indicou que não me considerava mais. Eu merecia um certo respeito.", ele acrescentou.

Com o gol do título hoje, contra o Valladolid, Suárez chegou aos 21 gols na temporada da liga espanhola. Com isso, ficou em quarto lugar na briga pela artilharia, atrás de Messi, Benzema e Gerard Moreno, do Villareal.

Esporte