PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Ídolo do Barcelona, Luís Suárez tem chance de se vingar após ser descartado

Quality Sport Images/Getty Images
Imagem: Quality Sport Images/Getty Images

Brunno Carvalho

Do UOL, em São Paulo

07/05/2021 04h00

Classificação e Jogos

Uma saída conturbada do Barcelona deixou marcas em Luis Suárez. Pouco mais de sete meses após ser colocado na lista de transferências, o atacante uruguaio terá a chance de reencontrar o clube do qual é ídolo, mas que o considerou velho demais para seguir no elenco. Agora com 34 anos, Luisito é peça fundamental no sonho do Atlético de Madri de conquistar o Campeonato Espanhol. Uma vitória amanhã (8), em pleno Camp Nou, deixará a taça mais perto de Madri e mais longe de Barcelona.

Suárez deixou o Barcelona como o terceiro maior artilheiro da história do clube, com 198 gols em seis temporadas, e com 13 títulos conquistados. Vindo de mais uma temporada decepcionante, os catalães decidiram reformular a equipe, e o uruguaio foi dispensado. A decisão incomodou Lionel Messi, que se manifestou publicamente na época.

"Vai ser estranho te ver com outra camisa e muito mais para te enfrentar. Você merecia se despedir pelo que é: um dos jogadores mais importantes da história do clube, conquistando coisas importantes tanto em grupo quanto individualmente. E não ser demitido como fizeram. Mas a verdade é que neste momento nada me surpreende", escreveu.

Messi poderia ter reencontrado Suárez ainda no primeiro turno, mas um surto de covid-19 na seleção uruguaia tirou o atacante do confronto. Quis o destino que a primeira partida de Luisito contra seu ex-clube fosse no estádio em que fez história e em um momento decisivo da competição.

O Atlético de Madri lidera o Campeonato Espanhol com 76 pontos, faltando quatro rodadas, à frente de Barcelona e Real Madrid por apenas dois pontos. Uma derrota em casa praticamente tiraria o Barcelona da disputa.

"Luis foi um jogador muito importante para o Barcelona, um dos maiores ídolos do clube, não só pela quantidade de gols, mas pela quantidade de títulos que conquistou. O reencontro vai ser especial não só para ele, mas para os ex-companheiros de Barcelona também", opinou Javier Mascherano, ex-companheiro de Luis Suárez no Barcelona, durante um evento promovido por La Liga na última quarta-feira (5).

Depois que deixou o Barcelona, Suárez não escondeu a decepção com a maneira como o clube tratou a negociação. Em um evento em outubro passado, ele revelou ter chorado durante o período da dispensa. Meses depois, o uruguaio explicou que o fato de o Barcelona ter usado a idade para dispensá-lo foi o que mais incomodou.

"O que realmente me incomodou foi que me disseram que eu era mais velho e que não podia mais jogar no mais alto nível, estar ao nível de uma grande equipe. Isso é o que me desagradou. O Barcelona me despediu. (...) Eu merecia um certo respeito. Com todo o meu orgulho, disse a mim mesmo que iria provar o meu valor. E é por isso que me senti atraído por jogar no Atlético de Madri, um clube ambicioso", disse na época.

Suárez tem sido fundamental para o Atlético de Madri na temporada. Ele é o quarto maior goleador do Campeonato Espanhol, com 19 gols em 28 jogos. Às 11h15 (de Brasília) de amanhã, ele terá a chance de mostrar ao Barcelona que sua saída foi um erro.

Esporte