PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Premiê britânico apoia saída de Chelsea e City da Superliga Europeia

O premiê britânico Boris Johnson  - Wikimedia Commons
O premiê britânico Boris Johnson Imagem: Wikimedia Commons

Do UOL, em São Paulo

20/04/2021 17h51

O Manchester City anunciou que vai deixar a Superliga, e embora o Chelsea ainda não tenha se pronunciado oficialmente, as informações da imprensa europeia indicam que os Blues também devem sair do torneio. Para o Primeiro-ministro britânico Boris Johnson, a decisão é 'acertada'.

"A decisão do Chelsea e do Manchester City - se confirmada - é absolutamente acertada e eu os elogio por isso. Espero que os outros clubes envolvidos na Superliga Europeia sigam o exemplo", escreveu, em sua página oficial no Twitter.

Mais cedo, em uma coletiva de imprensa, ele afirmou que o Reino Unido é contra a Superliga, e irá "apoiar claramente as autoridades do futebol".

"Não há dúvida que não apoiamos. Não é do interesse dos torcedores de futebol. É contra os princípios básicos da competição", disse.

Em um comunicado, a FA foi enfática ao dizer que desaprovava a criação do torneio.

"Nós recebemos a notícia de que alguns clubes decidiram abandonar os planos para Superliga Europeia , que ameaçava toda a pirâmide do futebol. O futebol inglês tem uma história orgulhosa de oportunidades para todos os clubes e o esporte é unânime em sua desaprovação de uma liga fechada. Foi uma proposta que poderia ter dividido nosso jogo; mas em vez disso, unificou a todos nós", diz o texto.

"Gostaríamos de agradecer aos torcedores em particular por sua voz influente e inequívoca durante esse tempo, mantendo os princípios que orientam o futebol. É um poderoso lembrete de que o jogo é, e sempre será, para os torcedores".

Futebol