PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Grêmio não sabia que Adriano, 14, era filho do Imperador: força e canhota

Instagram
Imagem: Instagram

Jeremias Wernek

Do UOL, em Porto Alegre

20/04/2021 12h00

O Grêmio assinou contrato de formação com Adriano Carvalho Ribeiro, filho de Adriano Imperador, depois de assistir à atuação do atacante em uma competição de base realizada no Rio de Janeiro, no ano passado. Naquele dia, durante o jogo que chamou os olheiros gremistas e também nas primeiras conversas para fechar negócio, o clube gaúcho não sabia quem era o pai do camisa 9 do Boavista. Em Porto Alegre, o conceito do jovem é muito bom desde já.

Aos 14 anos (completa 15 em junho), Adriano já tinha acordo com o Grêmio há meses. A viagem a capital gaúcha foi sendo adiada por conta da pandemia de covid-19. Mas ontem (19), enfim, houve assinatura de um vínculo de formação.

Os observadores do Grêmio assistiram aos jogos da Copa Zico, realizada no segundo semestre do ano passado. Em uma das partidas, o Boavista ganhou maior atenção pelo centroavante que avançava com força e finalizava muito bem com o pé esquerdo.

Logo depois do jogo, representantes do Grêmio procuraram dirigentes do Boavista e começaram a falar sobre o camisa 9. Depois de alguns minutos, Adriano virou 'Adriano filho do Imperador'. Aos olhos do clube gaúcho, não fez diferença.

"Ele tem boa técnica, tem boa projeção. E um biotipo muito bom também", disse Francesco Barletta, coordenador das categorias de base do Grêmio. Para o clube gaúcho, Adriano tem perfil ideal para ser lapidado. Recursos a serem desenvolvidos, dentro e fora de campo.

Futebol