PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Alerj aprova projeto que rebatiza estádio do Maracanã em homenagem a Pelé

Estádio do Maracanã - Lalo de Almeida/ Folhapress
Estádio do Maracanã Imagem: Lalo de Almeida/ Folhapress

Colaboração para o UOL, em São Paulo

09/03/2021 19h32

Os deputados da Alerj (Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro) aprovaram hoje o projeto de lei que altera o nome do estádio do Maracanã para Edson Arantes do Nascimento - Rei Pelé. O projeto ainda depende da sanção do governador do estado.

De autoria do deputado André Ceciliano (PT), o projeto 3.489/21 mantém o nome Mário Filho ao complexo esportivo, que tem o ginásio do Maracanãzinho e o estádio de atletismo Célio de Barros.

"A utilização de nomes de pessoas vivas nos bens pertencentes ao patrimônio público tem sido uma preocupação da sociedade para zelar pelo que é de todos e impedir a privatização do patrimônio público. Mas, nesse caso, essa é uma justa homenagem a uma pessoa reconhecida mundialmente pelo seu legado no futebol brasileiro e pela prestação de relevantes serviços ao nosso país", justificou Ceciliano ao site da Alerj.

Ainda na proposta, fica explicado que as placar que possuem o nome do estádio farão menção ao milésimo gol do ídolo futebolístico do Brasil.

Além da novidade, o ex-jogador também dá nome ao Estádio Rei Pelé, popularmente conhecido como Trapichão, localizado na cidade de Maceió, capital do estado de Alagoas. O espaço é utilizado habitualmente pelas equipes alagoanas do CRB e do CSA.

Futebol