PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Com gol no final, Vasco perde a segunda seguida diante do Volta Redonda

Do UOL, em São Paulo

06/03/2021 23h00

Classificação e Jogos

Atuando novamente com uma equipe alternativa, o Vasco voltou a passar em branco e, com um gol no final, perdeu por 1 a 0 para o Volta Redonda, fora de casa, pela segunda rodada do Campeonato Carioca. O gol dos donos da casa foi marcado pelo atacante João Carlos, aos 38 da etapa final.

Com o resultado, o Cruzmaltino fica na 11ª e penúltima posição do estadual, sem pontos em dois jogos. O próximo compromisso da equipe será no sábado (13), contra o Nova Iguaçu, em São Januário.

O elenco principal do Vasco se reapresenta nesta segunda (8) e será preparado para a estreia na Copa do Brasil contra a Caldense (MG), no próximo dia 18.

O melhor - Laranjeira por pouco não se consagra

O jovem Laranjeira, do Vasco, roubou a cena no Raulino de Oliveira, mesmo sem marcar. O meio-campista protagonizou bons dribles e finalizou bem nas oportunidades que teve. Só não balanço a rede porque o goleiro Andrey estava inspirado.

O pior - Caio Lopes com o pé descalibrado

O volante vascaíno usou e abusou das finalizações de fora da área, na maioria das vezes desperdiçando melhores alternativas

Evolução vascaína é nítida no primeiro tempo, mas gol não sai

Os garotos do Vasco fizeram um primeiro tempo melhor que na estreia. A equipe alternativa do Cruzmaltino criou boas oportunidades, mas também se mostrou bastante exposta defensivamente. As melhores chances e gol aconteceram no final da etapa inicial e foram protagonizadas pelo vascaíno Laranjeira. Na primeira delas, o meia-atacante exigiu uma defesa impressionante de Andrey após um chutaço de canhota em uma sobra de bola. Minutos depois, o camisa 9 acertou um chute de fora da área no alto do canto direito do goleiro do Voltaço, que novamente deu conta do recado.

Nível cai no início da segunda etapa

O ímpeto e, principalmente, a qualidade do passe da equipe do Vasco caiu no início do segundo tempo. Abusando dos erros de passes e tentando finalizações de longa distância sem nenhum sucesso, muitos deles com Caio Lopes, a equipe comandada temporariamente por Diogo Siston se afastou da possibilidade de balanças a rede pela primeira vez no Cariocão, mesmo contra um Voltaço visivelmente desgastado fisicamente.

Pressão nos minutos finais não surte efeito

O Vasco foi para o "tudo ou nada" nos 15 minutos finais, motivado não apenas pela necessidade de conquistar os três pontos, mas pela superioridade física em relação ao adversário. Aos 31 e aos 33, Arthur, que entrou bem no jogo, perdeu duas boas chances de abrir o placar.

Quem não faz, toma

Tanta pressão teve como efeito um enorme castigo para o Vasco. Assim como havia acontecido na estreia, o Cruzmaltino sofreu um gol em um cruzamento iniciado pelo lado direito. Sozinho, o atacante João Carlos dominou sozinho e finalizou, marcando o gol e dando números finais ao placar.

VOLTA REDONDA 1X0 VASCO
Local:
Estádio Raulino de Oliveira, Volta Redonda (RJ)
Hora: 21h05 (horário de Brasília)
Árbitro: Rodrigo Carvalhaes de Miranda
Auxiliares: Luiz Claudio Regazone e Thayse Fonseca
Cartões amarelos: Bruno Barra, Wallisson (VOL); Ulisses, Miranda (VAS)
Cartões vermelhos: Nenhum
Gols: João Carlos, aos 38 minutos do segundo tempo (VOL)

Volta Redonda: Andrey, Oliveira (Marcos Bebê), Davison, Gabriel Pereira e Luiz Paulo; Bruno Barra, Emerson Jr. (Wallisson), Luciano Naninho (Julinho) e Alef Manga; Gabriel Silva (Caio Vitor) e João Carlos. Técnico: Neto Colucci

Vasco: Lucão, Cayo Tenório (JP Galvão), Miranda, Ulisses e MT; Caio Lopes (Tiago Reis), Juninho e Laranjeira (Vinícius); Matías Galarza (Andrey), Gabriel Pec e Lucas Figueiredo (Arthur). Técnico: Diogo Siston

Futebol