PUBLICIDADE
Topo

São Paulo

Crespo estreia no São Paulo após 2 dias de treino e com pressão por título

Hernán Crespo, novo técnico do São Paulo, faz tour pelo estádio do Morumbi - Divulgação/SPFC
Hernán Crespo, novo técnico do São Paulo, faz tour pelo estádio do Morumbi Imagem: Divulgação/SPFC

Thiago Fernandes

Do UOL, em São Paulo

28/02/2021 04h00

Classificação e Jogos

O São Paulo começa uma nova história hoje (28), às 19h (de Brasília), diante do Botafogo-SP, pela rodada inicial do Campeonato Paulista. Com Hernán Crespo no banco de reservas pela primeira vez, a equipe entrará em campo no Morumbi ainda mais pressionada na busca por um título. E não importa que o argentino tenha comandado apenas dois treinos antes da estreia.

Com uma transição acelerada para o calendário de 2021 como consequência da pandemia do novo coronavírus, o São Paulo e seus principais concorrentes não terão nada que se assemelhe a uma pré-temporada. As decisões de Crespo terão de ser tomadas com base no estudo que vem fazendo sobre o elenco nas últimas semanas, analisando vídeo de jogos.

Ainda assim, o novo técnico sabe que começa pressionado por conquistas. Sem erguer uma taça título desde 2012, o Tricolor ainda lidou com um trauma no Brasileirão que se encerrou na última quinta-feira (25), deixando o título escapar após liderar a competição por 14 rodadas. Por isso, ao contrário do Palmeiras, por exemplo, o time não vai preservar seus principais atletas neste reinício de jornada.

"Não há muitas opções. A pandemia nos deixou atados. A verdade, a situação real não tem pré-temporada, tempo. Me parece que pensar em provar jogadores no Paulistão não parece correto, por respeito ao Paulistão e ao São Paulo. O São Paulo tem que jogar para ganhar. Aqui não tem que provar nada, tem que confirmar, merecer. Tem que merecer ganhar um campeonato do peso do Paulista. O São Paulo tem que pensar em chegar o mais longe possível", comentou em sua apresentação, em 17 de fevereiro passado.

Em que pese a necessidade de um triunfo, mesmo que seja o título estadual, o técnico também já reforçou o pedido de paciência em seu novo trabalho. Com contrato até o fim de 2022 e pela primeira vez fora de Itália ou Argentina, ele prega um discurso cauteloso no Morumbi. Ainda mais com a proposta de fazer o São Paulo jogar para a frente, em busca do que define como "protagonismo" em campo, com arrojo.

"A minha intenção é manter um rendimento constante e alto, manter a equipe de maneira muito competitiva, vamos precisar do apoio de todos os jogadores do plantel. Isso requer esforço, mentalidade e físico. Precisamos de um plantel muito competitivo, mantendo a linha, o pensamento e a paciência para construir algo", afirmou.

"A tranquilidade é que vou fazer o futebol que gosto, que me apaixona. Para mim, jogar bem significa ter ocasiões de gol. Isso requer tempo, treinamentos e paciência, porque todas as construções requerem tempo. Vamos ter momentos difíceis", acrescentou.

O contrato de Hernán Crespo com o São Paulo tem duração de duas temporadas. O compromisso do argentino se encerra em dezembro de 2022. Ele ainda não tem data definida para a sua estreia à frente do clube paulista.

São Paulo