PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Santos concretiza venda de Lucas Veríssimo ao Benfica na véspera da Liberta

Lucas Veríssimo foi oficialmente vendido ao Benfica, de Portugal - Ivan Storti
Lucas Veríssimo foi oficialmente vendido ao Benfica, de Portugal Imagem: Ivan Storti

Gabriela Brino

Colaboração para UOL, em Santos

04/01/2021 14h11

Fim de novela! O Santos concretizou a venda de Lucas Veríssimo ao Benfica, de Portugal, nesta manhã. A assinatura ocorreu no período planejado pela nova diretoria, que fez questão de solucionar o imbróglio antes da viagem do elenco à Argentina. Segundo apurou o UOL Esporte, o defensor fica à disposição do técnico Cuca até o fim de janeiro, pois o prazo para inscrições em competições europeias é até 5 de fevereiro.

A intenção do presidente Andres Rueda e seu comitê de gestão é que o zagueiro foque totalmente seus ânimos na partida contra o Boca Juniors, pelo primeiro jogo da semifinal da Copa Libertadores, nesta semana (6).

A nova diretora, inclusive, melhorou os moldes contratuais desde a negociação feita por Orlando Rollo, ex-presidente. Rueda conseguiu a diminuição da comissão aos empresários de Lucas Veríssimo. Inicialmente teriam direito a 10%, mas o Peixe conseguiu reajuste de 8%. O pagamento também teve mudanças: a diretoria não irá fazer adiantamento. Conforme o clube receber, os responsáveis pelo defensor receberão.

Diferentemente de Rollo, que aceitou a quantia de 6,5 milhões de euros (R$ 41 milhões) em cinco anos, Rueda, encontrou uma solução para que a venda fosse concretizada. Ele investiu em apenas três. Uma à vista no valor de 2,5 milhões de euros (R$ 16 milhões), e 2 milhões de euros (R$ 12,7 milhões) para dezembro de 2021 e 2022.

Lucas Veríssimo em treino no CT Rei Pelé - Ivan Storti - Ivan Storti
Lucas Veríssimo em treino no CT Rei Pelé
Imagem: Ivan Storti

Veríssimo é um dos pilares da defesa do técnico Cuca, que o vê insubstituível para a decisão contra o Boca. Por isso, o treinador pediu aos cartolas que ele e Luan Peres estivessem garantidos para o campeonato continental. Em meio ao processo de negociação, Veríssimo chegou a pedir para não ser utilizado por causa de promessas quebradas da antiga gestão.

Futebol