PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Torcedores do Fla protestam na porta do Maracanã após queda na Libertadores

Torcedores do Flamengo protestam no Maracanã após queda na Libertadores - Rodrigo Mattos
Torcedores do Flamengo protestam no Maracanã após queda na Libertadores Imagem: Rodrigo Mattos

Léo Burlá e Rodrigo Mattos

Do UOL, no Rio de Janeiro

02/12/2020 00h53

Classificação e Jogos

Cerca de 40 torcedores do Flamengo protestaram na porta do Maracanã, no Rio de Janeiro, contra a equipe. O Rubro-Negro foi eliminado da Copa Libertadores nesta terça-feira (1), à noite, após derrota nos pênaltis contra o Racing, da Argentina. No tempo normal, o duelo terminou empatado em 1 a 1.

Os principais alvos de gritos dos torcedores eram Vitinho e Gustavo Henrique. Os manifestantes também colocaram a conquista do Campeonato Brasileiro como obrigação e chamaram o time de "sem vergonha".

Comandado por Rogério Ceni, o Flamengo foi eliminado também da Copa do Brasil, em mata-mata com o São Paulo. Por isso, a equipe só disputa o Brasileirão nesta temporada. A próxima partida será contra o Botafogo, neste fim de semana.

Por conta da pandemia do novo coronavírus, a entrada do público segue proibida nos jogos da Libertadores e do Brasileirão. Ainda assim, torcedores estavam na região do Maracanã durante toda a partida e continuaram na porta do estádio até a saída da delegação. No entanto, para evitar o contato, o ônibus do clube deixou o estádio por outro portão, resultando na dispersão do grupo de protestantes.

A equipe de reportagem da Espn relatou que foi alvo também dos protestos (com socos no carro e em câmeras). Os atos de vandalismo aconteceram no Portão 2.

Futebol