PUBLICIDADE
Topo

Esporte

Árbitro e namorada são mortos a facadas em casa na Itália

Daniele de Santis tinha 33 anos e apitava jogos de divisões inferiores do futebol italiano - FIGC/Divulgação
Daniele de Santis tinha 33 anos e apitava jogos de divisões inferiores do futebol italiano Imagem: FIGC/Divulgação

Do UOL, em São Paulo*

22/09/2020 14h07Atualizada em 22/09/2020 15h10

O árbitro italiano Daniele de Santis, de 33 anos, foi morto a facadas ontem à noite no condomínio onde morava, na cidade de Lecce. A namorada dele, Eleanora Manta, também morreu no ataque.

De acordo com a imprensa europeia, vizinhos do casal foram alertados por gritos. Um homem foi visto fugindo do local com uma faca. As autoridades locais ainda buscam informações sobre o suspeito.

De Santis, de 33 anos, apitava partidas em divisões inferiores do Campeonato Italiano. Em nota, o presidente da FIGC (Federação Italiana de Futebol), Gabriele Gravina lamentou a notícia.

"A morte de Daniele De Santis nos chocou. Enquanto aguardo o esclarecimento do ocorrido, gostaria de expressar as minhas condolências pessoais e de toda a FIGC à família e a toda a Associação Italiana de Árbitros por tão grave perda", declarou.

De Santis apitou por volta de 130 partidas em sua carreira. Sua estreia na Série B foi em 2017, no duelo entre Pisa e Benevento.

"Estou chocado, é uma tragédia. Ainda sabemos muito pouco sobre o caso. O que posso dizer é que estamos próximos da família", disse Marcello Nicchi, presidente da Associação Italiana de Árbitros (AIA).

* Com informações da ANSA

Esporte