PUBLICIDADE
Topo

Futebol

Champions feminina: onde assistir, escalações e destaques da final

Wendie Renard e time do Lyon celebram gol marcado na semifinal da Champions Feminina contra o PSG - Alvaro Barrientos/Getty Images
Wendie Renard e time do Lyon celebram gol marcado na semifinal da Champions Feminina contra o PSG Imagem: Alvaro Barrientos/Getty Images

Do UOL, em São Paulo

30/08/2020 04h00

Neste domingo, 30, Lyon e Wolfsburg se enfrentam no País Basco pela grande final da UEFA Champions League Feminina. As duas equipes se classificaram após vencerem PSG e Barcelona nas semifinais. A partida começa às 15h (Brasília).

Assim como foi na Champions League masculina, domingo passado, a final terá uma equipe alemã e uma equipe francesa disputando o título europeu da temporada 2019/2020. O campeonato foi paralisado por quase nove meses e retornou para as quartas de final com sede na Espanha e jogos únicos até a grande final.

Onde assistir

No Brasil, a ESPN Brasil transmite a final a partir das 14h45. Além da TV, o jogo também estará disponível para pelo ESPN App. O jogo tem narração de Renata Silveira, comentários de Leonardo Bertozzi e Mariana Spinelli


Escalações prováveis

O Lyon não conta com a grande estrela do time, Ada Hegerberg, que está fora desde janeiro após romper o ligamento do joelho. Amandine Henry, que ficou de fora da semifinal, também é dúvida. A equipe francesa também não terá Nikita Parris, que foi expulsa no jogo contra o PSG.

Por outro lado, o Wolfsburg não tem problemas e deve entrar em campo com força máxima.

Lyon
Bouhaddi; Bronze, Buchanan, Renard, Bacha; Gunnarsdóttir(Henry), Kumagai; Cascarino, Marozsán, Majri; Taylor.


Wolfsburg
Abt; Doorsoun-Khajeh, Hendrich, Janssen, Wedemeyer; Popp, Engen; Rolfö, Harder, Huth; Pajor.


Destaques

Pelo Lyon, as atenções se voltam à Wendy Renard, autora do gol que classificou as francesas para a final e uma das melhores zagueiras do mundo. Na frente, Amel Majri tem sido decisiva e pode mudar o jogo a qualquer momento graças a sua bola parada.

No Wolfsburg, o destaque é Penille Harder, uma das melhores jogadoras do mundo e absoluta no ataque da equipe alemã. Além dela, Alexandra Popp é uma jogadora experiente e acostumada a jogos grandes e a norueguesa Ingrid Engen tem sido uma das principais jogadoras do meio campo do Wolfsburg nesta retomada de campeonato.


As campanhas

A trajetória do Lyon iniciou em setembro na rodada 16 avos de final, quando enfrentou a equipe russa Ryazan VDVro e fez 16 gols em dois jogos, vencendo a primeira partida por 9 a 0 e a segunda por 7 a 0. Nas oitavas, jogou contra o time dinamarquês Fortuna Hjørring e mais uma vez foi soberano: 4 a 0 na Dinamarca e 7 a 0 na França.

Depois, já pós pausa da pandemia, enfrentou em jogo único pelas quartas de final e venceu por 2 a 1. Nas semis, passou pelo rival PSG com uma vitória por 1 a 0. Apesar das vitórias, o desempenho do Lyon na Espanha não tem sido tão bom. As duas últimas partidas eliminatórias foram jogos parelhos e o Lyon, diferente do que está acostumado, não sobrou em campo.

O Wolfsburg também está 100% nessa Champions. Nos 16 avos de final, eliminou o
Mitrovica ao vencer por 10 a 0 no primeiro jogo e 5 a 0 no segundo. Na fase seguinte, a vítima foi o time holandês Twente, que foi eliminado por um placar agregado de 7 a 0.

Das equipes na semifinal, o time alemão foi o que teve a vida mais fácil nas quartas: enfrentou o escocês Glasgow City pelo placar de 9 a 1. Conquistou a vaga na final ao vencer o Barcelona por 1 a 0, jogando pior, mas sendo mais efetivo que a equipe Catalã.

Futebol