PUBLICIDADE
Topo

Paulista - 2020

Troca de camisas proibida e dois uniformes: como será a volta do Paulistão

Futebol será retomado após quatro meses de paralisação por causa da pandemia do coronavírus - Fernando Moreno/AGIF
Futebol será retomado após quatro meses de paralisação por causa da pandemia do coronavírus Imagem: Fernando Moreno/AGIF

Danilo Lavieri e Pedro Lopes

Do UOL, em São Paulo

20/07/2020 04h00

Após meses de paralisação, um longo processo de negociação com autoridades e a elaboração de um protocolo médico, o Campeonato Paulista será retomado nesta quarta-feira (22), com direito a dérbi entre Corinthians e Palmeiras, às 21h30, na Arena Corinthians. O espetáculo, entretanto, será bem diferente do que o torcedor está acostumado a ver. Além dos portões fechados, as regras serão rígidas e terão uma série de particularidades que terão que ser atendidas.

Desde o veto à tradicional troca de camisas depois da partida, passando por uma troca de uniformes dos jogadores de ambas as equipes no intervalo, o UOL Esporte detalha como será a volta do futebol no Estado de São Paulo. O Paulistão estava paralisado desde o dia 16 de março.

Testes, reunião virtual e limpeza antes das partidas

Os clubes precisam enviar até 48h antes das partidas a lista de profissionais que entrarão no estádio para o confronto. Quando começar a concentração para o jogo, todos serão testados para a Covid-19, como parte do convênio de parceria estabelecido entre a Federação Paulista de Futebol e o hospital Albert Einstein.

Também 48h antes da realização das partidas, haverá uma reunião entre FPF, clubes e Polícia Militar para elaborar um plano de ação específico para o jogo. A ideia é sanar quaisquer dúvidas e evitar a aproximação de torcedores ou qualquer tipo de aglomeração.

Um dia antes do jogo, caberá ao clube mandante preparar o estádio, delimitando as zonas, instalando sinalizações e equipamentos de higiene e segurança. A limpeza será realizada por uma empresa contratada, também pelo mandante, e seguirá uma série de exigências protocolares - a empresa emitirá um documento atestando os serviços prestados. Depois disso, as áreas que serão utilizadas serão lacradas para a partida.

Troca de camisas vetada, mais de um uniforme por jogo

Todo o material dos clubes chegará ao estádio três horas antes dos jogos - os equipamentos de hidratação devem ser descartáveis e higienizados. As delegações chegarão uma por vez, com intervalo entre elas, e é obrigatório o uso de máscaras durante toda a permanência. Os jogadores terão suas temperaturas medidas antes da entrada em campo.

Durante a partida, apenas atletas e trio de arbitragem terão autorização para ficarem sem máscaras, e não haverá cumprimentos ou apertos de mão. No intervalo, todos terão de trocar de uniforme, deixando o utilizado no primeiro tempo em um cesto especialmente separado para isso.

Depois do apito final, estão proibidas as trocas de camisa, tanto entre jogadores do mesmo time como entre adversários. Com exceção dos sorteados para o antidoping, que irão para uma sala separada específica para isso, a orientação é para que a permanência no vestiário seja a menor possível.

Só terão acesso ao estádio, da imprensa, detentores de direito de transmissão - no caso, Globo e SporTV, com suas plataformas online e de pay per view. As entrevistas acontecerão com distancia mínima de dois metros entre jornalistas e jogadores.

Em caso de resultado positivo, testes serão feitos em cascata

Caso algum jogador ou funcionário tenha resultado positivo em algum teste realizado, o protocolo prevê que ele seja imediatamente isolado em casa. As instalações do estádio por onde tenha passado serão higienizadas, e será realizada a análise de todos os jogadores que tenham tido contato direto superior a cinco minutos com o mesmo.

As partidas terão no mínimo duas ambulâncias, sendo uma UTI móvel com um médico e dois enfermeiros, além de uma ambulância básica para garantir que o jogo não seja paralisado em eventual saída de uma das ambulâncias.

O primeiro confronto da volta do Paulistão será entre Ituano e Ferroviária, às 16h30 da quarta-feira, no Canindé. O clássico entre Corinthians e Palmeiras será às 21h30, na Arena Corinthians. O Santos recebe o Santo André na Vila Belmiro, às 19h15. O São Paulo só vai a campo na quinta-feira, às 20h, para enfrentar o Red Bull Bragantino no Morumbi.