PUBLICIDADE
Topo

Como contrato de empréstimo de Borja pode resultar em venda para Palmeiras

Borja em ação durante partida entre Palmeiras e Grêmio no fim da temporada passada -  Bruno Ulivieri/AGIF
Borja em ação durante partida entre Palmeiras e Grêmio no fim da temporada passada Imagem: Bruno Ulivieri/AGIF

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

06/07/2020 04h00

A estratégia do Palmeiras adotada com o atacante Arthur Cabral pode se repetir com o colombiano Borja, emprestado ao Junior Barranquilla desde o começo do ano. Assim como fez com o ex-jogador do Ceará, o clube alviverde incluiu uma cláusula no contrato que obriga o time colombiano a comprar Borja caso metas sejam atingidas.

O acordo firmado entre Palmeiras e Junior Barranquilla prevê a compra de 50% dos direitos econômicos do jogador por 4,3 milhões de dólares (R$ 22,4 milhões) na seguinte situação: Borja atingindo a marca de 23 gols ou 73% de jogos disputados.

De janeiro a março, o atacante colombiano de 27 anos entrou em campo dez vezes, com 100% de participação nos jogos do time colombiano, e marcou quatro gols.

Os salários do centroavante são pagos na sua integralidade pelo Junior Barranquilla. No total, entre vencimentos, premiações, luvas e direito de imagem, o Palmeiras economizará aproximadamente R$ 8 milhões na temporada.

O contrato traz ainda outra particularidade. Em caso de venda para um outro clube, o time colombiano terá direito a uma taxa de vitrine de 12%. Se optar por comprar os 50% pelo valor pré-estipulado, o Junior perde o direito a essa taxa.

Borja foi contratado pelo Palmeiras no começo de 2017, depois de brilhar no Atlético Nacional, também da Colômbia. À época, o clube paulista desembolsou 10,5 milhões de dólares (R$ 33 milhões na cotação de janeiro daquele ano).

O atacante disputou 112 jogos e marcou 36 gols e ficou fora dos planos do técnico Vanderlei Luxemburgo. A saída também era vista de maneira positiva para que pudesse haver uma redução na folha salarial.

Nos últimos dias, o Palmeiras acertou a venda do atacante Arthur Cabral ao Basel da Suíça, depois de ele atingir a meta de 12 gols marcados na temporada. O jogador de 22 anos foi emprestado em agosto passado. O clube alviverde receberá R$ 13,1 milhões, R$ 7,6 milhões a mais em relação ao que pagou no fim de 2018.

Palmeiras