PUBLICIDADE
Topo

Palmeiras tem lucro de R$ 7,6 milhões com Arthur Cabral e pode receber mais

Arthur Cabral comemora gol pelo Palmeiras diante do Novorizontino pelas quartas de final do Paulistão 2019 - Thiago Calil/AGIF
Arthur Cabral comemora gol pelo Palmeiras diante do Novorizontino pelas quartas de final do Paulistão 2019 Imagem: Thiago Calil/AGIF

Diego Salgado

Do UOL, em São Paulo

05/07/2020 04h00

A venda do atacante Arthur Cabral ao Basel, da Suíça, representou ao Palmeiras um lucro de R$ 7,6 milhões. O clube alviverde contratou o atleta há 19 meses e viu o valor da compra quase triplicar. Mesmo depois de negociá-lo, ainda pode lucrar com uma futura venda.

Arthur Cabral chegou ao Palmeiras no fim de 2018, depois de brilhar com a camisa do Ceará. O Palmeiras pagou R$ 5,5 milhões à época por 50% dos direitos econômicos do atleta.

No time paulista, Arthur Cabral entrou poucas vezes em campo, com apenas seis aparições e um gol marcado. Ele foi emprestado em agosto passado, com término de vínculo com o Basel até o fim da temporada europeia.

O atacante de 22 anos, porém, ganhou espaço no futebol europeu e voltou a ter o bom desempenho que mostrou no Ceará. Como Arthur Cabral atingiu a meta de 12 gols, o Basel teve de comprá-lo, como previa uma cláusula do contrato do empréstimo.

O valor acertado entre as partes atingiu 4,4 milhões de euros (R$ 26,2 milhões). O valor será dividido igualmente por Palmeiras e Ceará. Dessa forma, o clube alviverde receberá R$ 13,1 milhões, R$ 7,6 milhões a mais em relação ao que pagou no fim de 2018.

Como mostrou o UOL Esporte, os depósitos serão feitos semestralmente. A primeira prestação, avaliada em 1,1 milhão de euros (R$ 6,6 milhões), tem vencimento em 30 de julho. A segunda tem pagamento previsto para janeiro de 2021. As demais também serão quitadas no próximo ano — julho e dezembro.

Arthur Cabral assinou contrato de três anos com o Basel. Segundo o Palmeiras, o clube ainda tem direito a 30% de mais valia, que representaria o excedente do valor pago pelo Basel em uma possível venda futura.

Palmeiras