PUBLICIDADE
Topo

Corinthians arranca empate contra S. André, mas segue em jejum no Paulista

Samir Carvalho

Do UOL, em São Paulo

26/02/2020 23h24

Classificação e Jogos

Atrapalhado pela chuva que encharcou o gramado da Arena na noite de hoje (26), o Corinthians empatou com o Santo André por 1 a 1, em partida da oitava rodada do Campeonato Paulista. Ronaldo abriu o placar e Boselli empatou, já nos acréscimos do segundo tempo. Apesar de arrancar o resultado, a equipe de Tiago Nunes chega a quatro jogos sem vitória na competição.

Com o empate, o Timão chega a nove pontos, é segundo no grupo D e pode sair da zona de classificação para o mata-mata — o Red Bull, que ainda joga na rodada, tem oito. O Santo André agora tem 19 pontos, liderando a chave B.

Depois de abrir a oitava rodada do Paulistão, o Alvinegro tem uma longa janela antes de enfrentar o Novorizontino no dia 7 de março (sábado), às 19h, em Novo Horizonte. O Santo André recebe o Oeste no mesmo dia, só que às 15h.

O melhor: Ronaldo é decisivo na Arena

O atacante Ronaldo foi o melhor jogador da partida. O camisa 9 surpreendeu o goleiro Walter ao desviar uma bola de cabeça no "primeiro pau" e acertar o canto esquerdo do goleiro corintiano para fazer o gol do Santo André. Com o campo encharcado, o centroavante, além de demonstrar boa técnica, ainda demonstrou força física ao abrir com a dupla de zagueiros do Timão.

O pior: Yony González ainda não "estreou"

O atacante Yony González ainda não mostrou o motivo de sua contratação. O colombiano foi mal em todos os jogos em que atuou pelo Alvinegro (São Paulo, Água Santa e Santo André). Hoje, diante do Ramalhão, ele demonstrou mais uma vez estar fora de ritmo de jogo. Errou domínios e tempo de bola, se precipitou em finalizações e, principalmente, não conseguiu ser veloz, sua grande virtude quando se destacou no Fluminense na temporada passada. O colombiano ainda quase foi expulso ao acertar um "carrinho" no zagueiro do Santo André. O árbitro aplicou o cartão amarelo.

Corinthians inseguro e pilhado

O Santo André e a chuva que prejudicou o gramado da Arena não foram os únicos "adversários" do Corinthians hoje. O time se mostrou bastante inseguro para executar qualquer tipo de jogada, mesmo antes de o gramado encharcar. O time de Tiago Nunes não consegue repetir a intensidade e marcação pressão do início do ano — até os jogos contra o Guaraní, na eliminação da "Pré-Libertadores".

Além disso, os atletas do Timão estavam pilhados em campo. Fagner e Yony fizeram faltas que o cartão vermelho não seria nenhum absurdo. Os dois, aliás, receberem o amarelo. Os atletas ainda discutiram bastante com arbitragem e jogadores do Santo André.

Santo André se segura e marca com "gramado bom"

Enquanto o gramado suportava a chuva, a equipe do ABC paulista se defendeu e esperou o time corintiano. A partir dos 25 minutos, quando a drenagem não deu mais conta do volume de água e a bola não rolava direito, foi difícil manter qualquer estratégia ou padrão tático. Acontece que o time de melhor campanha do Paulistão já havia balançado as redes e se aproveitou até quando pôde.

Cronologia do jogo

O Santo André se lançou ao ataque e conseguiu uma falta perigosa pela esquerda, depois que Fagner derrubou Marlon com um carrinho. Na cobrança, aos 27 minutos da primeira etapa, Ronaldo desviou de cabeça para trás e venceu o goleiro Walter. Na etapa final, Boselli acertou a trave e Vagner Love teve a chance em um rebote. Mas o atacante mandou para fora. Aos 46 minutos, o prêmio pela insistência: Boselli aproveitou escanteio e falha do goleiro para igualar.

Drenagem funcionando?

A situação do gramado da Arena fez alguns torcedores questionar a drenagem do estádio. O clube emitiu uma nota e confirmou que estava tudo normal. "O Sport Club Corinthians Paulista informa que a drenagem no gramado da Arena está funcionando normalmente. No entanto, o volume de chuva nesta noite, num curto intervalo de tempo, e na cidade nos últimos dias dificultou a drenagem do gramado."

Pedrinho não "estreou" com Tiago Nunes

Se Yony González ainda mostrou em campo o motivo de sua contratação, o meia Pedrinho ainda não realizou nenhuma partida boa sob o comando de Tiago Nunes. Foram quatro jogos somando o de hoje - dois como titular e dois entrando no segundo tempo. Contra o Santo André, o camisa 10 chegou até trombar com os companheiros em campo de tão mal. O meia só apareceu no início do jogo para chutar uma bola de fora da área. Até a sua parceria com Fagner do lado direito não funciona mais.

FICHA TÉCNICA
CORINTHIANS 1 X 1 SANTO ANDRÉ

Local: Arena Corinthians, em São Paulo (SP)
Data: 26 de fevereiro de 2020, quarta-feira
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistentes: Neuza Ines Back e Miguel Cataneo Ribeiro da Costa
Cartões amarelos: Fagner, Yony González, Everaldo (Corinthians); Rodrigo (Santo André)

Gols: Ronaldo, aos 27 minutos do primeiro tempo; Boselli, aos 46 minutos do segundo tempo

CORINTHIANS
Walter; Fagner, Gil, Pedro Henrique, Lucas Piton; Gabriel (Everaldo), Cantillo, Luan; Yony González (Boselli), Pedrinho (Janderson) e Vagner Love. Técnico: Tiago Nunes.

SANTO ANDRÉ
Fernando Henrique; Ricardo Luz, Rodrigo, Luizão, Marlon; Dudu Vieira, Nando Carandina, Vitinho (Zé Antônio); Douglas Baggio (Ramon), Branquinho (Odair Lucas) e Ronaldo. Técnico: Paulo Roberto Santos.