PUBLICIDADE
Topo

Rafinha sobre final do Mundial pelo Flamengo: "Jogo das nossas vidas"

Do UOL, no Rio de Janeiro

17/12/2019 17h18

Responsável por um magistral cruzamento que serviu de assistência para o gol da virada do Flamengo sobre o Al Hilal, marcado por Bruno Henrique, Rafinha projetou a final do Mundial de Clubes deste próximo sábado (21), que poderá ser contra o Liverpool (ING) ou o Monterrey (MEX), que se enfrentam amanhã (18) às 14h30 (horário de Brasília).

Experiente e já tendo sido campeão mundial pelo Bayern de Munique (ALE) em 2013, o lateral direito classificou a decisão como "jogo da vida".

"É uma final. E em final tem que ser o jogo das nossas vidas. Pode acontecer qualquer coisa. É um time campeão europeu (Liverpool) e que joga junto há muito tempo, mas é final e estamos lá. Temos que nos preparar e sei que o mister vai nos ajudar. Eu conquistei o mundial de 2013 e agora tenho a oportunidade de ficar marcado de novo com um final feliz", disse à TV Globo.

Na avaliação de Rafinha, o Flamengo sofreu um pouco na parte psicológica no primeiro tempo, quando saiu de campo derrotado por 1 a 0.

"Todo jogo decisivo é assim. O corpo está bem, mas o psicológico atrapalha um pouco. Quem tem mais experiência precisa ajudar e eu procurei passar tranquilidade. Esses jogos envolvem muita coisa. O segundo tempo foi melhor, mas foi uma equipe muito forte. Conheço alguns jogadores, foram campeões da Liga dos Campeões e merecem respeito. Jogamos como sempre jogamos e passamos para a final", declarou.

O Flamengo venceu o Al Hilal por 3 a 1 e agora espera o vencedor de Liverpool (ING) e Monterrey (MEX), que se enfrentam amanhã (18).

A final do Mundial de Clubes acontecerá neste sábado (21) às 14h30 (horário de Brasília).